×
Por
Reuters API
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
9 de mar. de 2022
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Unilever suspende importações e exportações com a Rússia

Por
Reuters API
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
9 de mar. de 2022

A Unilever tornou-se na terça-feira (8) a primeira grande empresa europeia de alimentação a suspender as suas importações e exportações para a Rússia após a invasão da Ucrânia pelo país.


A fabricante do sabonete Dove e da sopa Knorr disse que não investirá mais na Rússia e que irá suspender os gastos com meios e publicidade no país - Reuters


No início do dia, a Shell anunciou que deixaria de comprar petróleo russo, mesmo com a Grã-Bretanha avisando que proibiria as importações da matéria-prima, eliminando-a gradualmente ao longo 2022.
 
Outras grandes empresas britânicas de consumo, como as plataformas digitais de moda ASOS e Boohoo ou a varejista de alimentação e moda Marks & Spencer, também se afastaram da Rússia ou reduziram a sua exposição no país.

A fabricante do sabonete Dove e da sopa Knorr disse que não investirá mais na Rússia e que irá suspender os gastos com meios e publicidade no país, acrescentando também que interrompeu as suas operações na Ucrânia.
 
A Unilever explicou que continuará a fornecer os habitantes do país com alimentos e produtos de higiene essenciais fabricados na Rússia, mas que não manterá sua presença no país.

© Thomson Reuters 2022 All rights reserved.