×
Por
Reuters
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
11 de fev. de 2021
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Under Armour: recuperação do lucro líquido no quarto trimestre

Por
Reuters
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
11 de fev. de 2021

A demanda online por roupas e acessórios Under Armour, juntamente com o aumento das vendas na Ásia-Pacífico, permitiu à empresa americana reportar um lucro surpreendente no trimestre de outubro a dezembro de 2020, e revisar para cima suas estimativas de lucro.


Fotografia: Under Armour


Na região da Ásia-Pacífico, o volume de negócios da Under Armour aumentou 26%, o que permitiu amortecer um declínio acentuado no mercado da Europa, Médio-Oriente e África (EMEA), onde muitas lojas tiveram que ser fechadas diante do aumento nos casos de Covid-19.
 
Embora a crise sanitária tenha causado uma redução na frequência das academias, esta também deu, por outro lado, aos consumidores mais tempo para treinar em casa ou ao ar livre, com a corrida e o ciclismo liderando, levando à demanda crescente por calçados esportivos, shorts e camisetas.

Com os clientes ainda limitando as deslocações, boa parte desta demanda se traduziunum aumento das vendas online, que cresceram 25% no trimestre, o que permitiu o crescimento de 11% na margem do segmento de venda direta ao consumidor.
 
A receita caiu 3%, para 1,40 bilhão de dólares (1,15 bilhão de euros) ao longo do trimestre encerrado em 31 de dezembro, superando as estimativas de analistas citados pela Refinitiv, que apontavam para 1,27 bilhão de dólares.
 
A empresa com sede em Baltimore reportou um lucro líquido trimestral de 184,5 milhões de dólares (152,1 milhões de euros), ou 40 centavos por ação, em comparação com o prejuízo de 15,3 milhões de dólares, ou 3 centavos por ação, registrado um ano antes.
 
Excluindo itens únicos, a Under Armour registrou um lucro surpreendente de 12 centavos por ação, enquanto os analistas esperavam uma perda de 7 centavos.
 
A Under Armour espera um crescimento elevado de um dígito no seu volume de negócios em 2021, impulsionado pelo crescimento dos seus mercados norte-americano e internacional, mas a sua previsão se mantém aquém das estimativas do mercado, que aponta para um crescimento de 12,65%. A fabricante de vestuário e calçados prevê também um lucro por ação ajustado para 2021 entre 12 e 14 centavos, de acordo com as estimativas dos analistas.

© Thomson Reuters 2022 Todos os direitos reservados.