×
879
Fashion Jobs
keyboard_arrow_left
keyboard_arrow_right

Under Armour foca nos Estados Unidos para crescer em 2019

Por
Reuters
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
today 14 de dez de 2018
Tempo de leitura
access_time 2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

A marca esportiva Under Armour anunciou que prevê para 2019 um crescimento de suas receitas e lucros abaixo das expectativas de Wall Street, que apontam para vendas estagnadas ​​nos Estados Unidos. O anúncio provocou uma queda de 11% em suas ações.


A marca esportiva estima um crescimento de 3 a 4% em suas receitas em 2019, enquanto os analistas estimavam um aumento de 5%. - Reuters


A empresa vem encontrando dificuldades para ganhar participação de mercado nos Estados Unidos, sua principal fonte de renda, devido à forte concorrência da Nike e da Adidas.

A previsão de lucro da Armour de 31 a 33 centavos por ação ficou aquém das estimativas dos analistas, refletindo a dificuldade da empresa em melhorar seus negócios nos Estados Unidos. Os analistas esperam que a empresa alcance 35 centavos por ação em 2019.

A companhia sediada em Baltimore também informou que espera que suas receitas cresçam entre 3% e 4% em 2019, enquanto os analistas esperam um aumento de 5%, segundo dados Ibes da Refinitiv. 

As previsões da empresa indicam que a recuperação ainda está longe, disse Susan Anderson, da B Riley. Na quarta-feira (12), a empresa informou que espera uma margem estagnada para 2018, ante à projeção anterior que previa resultados “estagnados à ligeiramente inferiores".

A companhia esportiva também prevê uma taxa de crescimento anual composta (CAGR) entre 2020 e 2022 de menos de 10% nos Estados Unidos, de 15% na EMEA, acima de 10% na América Latina, e cerca de 25% na região Ásia-Pacífico.

A fabricante do calçado inteligente Hovr disse que espera voltar a crescer cerca de 10% em receita até 2023. O analista da Canaccord Genuity, Camilo Lyon, disse que a previsão da Under Armour para 2023 sugere que o crescimento dos lucros pode ocorrer na segunda metade do período de previsão de cinco anos, com uma taxa CAGR média de 7,2%.

O crescimento anual das vendas da Under Armour diminuiu nos últimos anos e os lucros do ano ficaram abaixo das estimativas em dois dos cinco trimestres mais recentes.

Apesar da queda na quarta-feira, as ações da Under Armour continuaram subindo com 37,3% ao ano. "Está claro que a Under Armour não é mais a empresa de grande crescimento que de alguns anos atrás", concluiu Lyon.
 

© Thomson Reuters 2019 Todos os direitos reservados.