×
Por
Ansa
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
16 de nov de 2020
Tempo de leitura
3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Tod's se recupera no terceiro trimestre, mas registra queda de 33,2% em nove meses

Por
Ansa
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
16 de nov de 2020

Nos primeiros nove meses de 2020, a receita consolidada do grupo Tod's totalizou 452,6 milhões de euros (-33,2% em relação ao mesmo período de 2019). Só no terceiro trimestre, a receita foi de 195,7 milhões de euros (-12,3%), "um resultado que", como observou a empresa, "mostra uma forte melhoria em relação aos dois trimestres anteriores".


Tod's recupera crescimento em outubro


"A China apresentou resultados particularmente bons, com forte crescimento de dois dígitos no terceiro trimestre", disse o presidente e CEO do Tod’s Group, Diego Della Valle, em um comunicado à imprensa.“Estamos convencidos de que, uma vez que a tempestade passe, nosso grupo poderá ter um desempenho positivo graças à força de suas marcas, à excelente qualidade de seus produtos, à competência de suas equipes de gestão e à sua forte estrutura de capital”, Della Valle acrescentou.

A Tod's se recuperou no terceiro trimestre e Della Valle destacou que a recuperação também foi confirmada em outubro. “Nossas coleções de inverno estão recebendo excelente respostas de clientes locais em todo o mundo...no mundo ocidental, os resultados das lojas são afetados negativamente pela falta de turismo e, nas últimas semanas, foram ainda mais afetados pelos novos fechamentos impostos para conter a segunda onda da pandemia”, explicou.

Os resultados do e-commerce foram extremamente positivos para a Tod's nos primeiros nove meses do ano. O desempenho do canal acelerou constantemente e cresceu na casa dos dois dígitos. “Este é um canal prioritário para nós”, disse Della Valle, acrescentando que a empresa "continuará investindo fortemente" nele.  “Estamos ampliando a base de clientes, também graças às novas formas de comunicação digital. Durante o terceiro trimestre, no mercado europeu, iniciamos o primeiro teste do nosso modelo de distribuição omnicanal”, explicou.


Coleção da Tod's paraa temporada deoutono-inverno 2020, apresentada em Milão


A Tod's indicou que, no terceiro trimestre, a atividade de varejo se normalizou gradualmente e, no final do trimestre, praticamente todas as lojas estavam abertas. Em 30 de setembro de 2020, 89% estavam abertas regularmente, 9% operavam com horário reduzido e apenas 2% ainda estavam fechadas. No início do terceiro trimestre, apenas 78% das lojas estavam abertas, 16% funcionavam de forma limitada e 6% estavam fechadas. De acordo com a empresa. a situação está evoluindo rapidamente com as medidas tomadas pelos governos para lidar com o agravamento da pandemia.

Segundo Della Valle, essa crise sem precedentes deixa o grupo com pouco espaço para fazer previsões para o futuro. No entanto, “estamos gerindo todas as atividades para 2021, seguindo as indicações do nosso caminho estratégico, com uma forte atenção ao controle de custos, grande prudência no recebimento de encomendas atacadistas, com especial ênfase no mundo digital, tentando manter a flexibilidade e pró-atividade para fazer frente à contínua evolução dos mercados internacionais”, disse Della Valle.

No comunicado, a Tod's destacou que a saúde de seus funcionários e clientes é uma prioridade para o grupo e indicou que está focando em comunicação de marketing, principalmente digital.

"Nosso grupo tem uma história bem estabelecida e uma reputação de marca muito forte junto dos clientes. Devemos agora captar cada vez mais a atenção dos novos consumidores, que são a força motriz por trás do crescimento disruptivo da indústria. Para isso, estamos trazendo novas pessoas para o setor e adotando uma estratégia precisa e coerente, que espero que traga os resultados desejados a curto prazo", concluiu.

Copyright © 2020 ANSA. Todos os direitos reservados.