×
894
Fashion Jobs
keyboard_arrow_left
keyboard_arrow_right

The Body Shop se une a empresas com objetivos além dos lucros

Por
Reuters
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
today 24 de set de 2019
Tempo de leitura
access_time 2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

A marca britânica de beleza The Body Shop, que pertence ao grupo brasileiro Natura & Co, recebeu uma certificação ética na segunda-feira (23), e se junta à um número crescente de companhias que tentam provar ao público que os negócios podem ser uma força para o bem.


Instagram @thebodyshop


A varejista de 43 anos é a mais nova empresa a se tornar uma corporação B - ou B Corp - ao receber uma certificação que exige que as empresas rastreiem seu impacto sobre empregadores, fornecedores, comunidade e meio ambiente.

Ela se une a cerca de 3.000 empresas em 60 países que obtiveram a certificação, incluindo a marca americana de vestuário outdoor Patagonia, a marca de sorvete Ben & Jerry's e a empresa britânica de chocolate Divine.

“O planeta e a sociedade precisam de empresas mais comprometidas e responsáveis. Não basta apenas se preocupar em obter lucros a curto prazo”, declarou o CEO da The Body Shop, David Boynton, em um comunicado. Um número cada vez maior de consumidores, funcionários e acionistas estão recompensando as empresas que "apoiam um futuro sustentável", disse ele.

Fundada na Inglaterra em 1976 pela ambientalista e ativista de direitos humanos Anita Roddick, The Body Shop é considerada uma empresa ética pioneira, conhecida por promover produtos naturais de origem ética e por não realizar testes em animais. No entanto, com o aumento da demanda por empresas com credenciais éticas comprovadas nos últimos anos, The Body Shop vem enfrentando uma forte concorrência de recém-chegados que oferecem produtos similares.

Quando a gigante francesa de cosméticos L'Oréal comprou a The Body Shop há mais de uma década, a mudança foi vista por alguns como um esgotamento de suas credenciais verdes, mas, em 2017, ela foi adquirida pela empresa brasileira de beleza Natura & Co, que é também uma B Corp.

O processo de certificação é executado pela B Lab, uma organização sem fins lucrativos com sede nos Estados Unidos.
 

© Thomson Reuters 2019 Todos os direitos reservados.