Teste em animais: a questão que Natura e Avon precisarão resolver

A compra da Avon pela Natura expõe um ponto de divergência entre as duas marcas: os testes de produtos em animais. Isso porque a  Natura foi uma das pioneiras do setor a abolir a prática, ainda em 2006. O comprometimento com a causa fez com que a empresa, inclusive, conquistasse o selo The Leaping Bunny, concedido pela Cruelty Free International, uma das organizações mais antigas e respeitadas na luta pelo fim dos testes em animais. 


A Natura não realiza testes em animais - Divulgação


A norte-americana Avon foi uma das primeiras grandes empresas de cosméticos no mundo a suspender testes de produtos em animais há 30 anos. Mas mudou de ideia para conquistar o mercado chinês. Isso porque o país exige a realização de testes em animais para a comercialização de cosméticos em seu mercado.

É por isso que a Natura não exporta para o país, assim como as demais marcas do grupo, como The Body Shop e Aesop. Não se sabe o quão representativo para a Avon são as exportações para a China, mas é notório que o país é o segundo maior mercado consumidor de beleza e higiene no mundo.

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

BelezaNegócios
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER