Tendam: lucros disparam para 80,8 milhões de euros no exercício de 2018-2019

O grupo espanhol Tendam, que agrupa as marcas Cortefiel, Pedro del Hierro, Springfield, Women'secret e o outlet Fifty, anunciou esta quarta-feira através de um comunicado que registrou lucros antes de impostos de 80,8 milhões de euros no período entre 1 de março de 2018 e 28 de fevereiro de 2019. Um resultado que representa uma ascensão meteórica de 379,34% em comparação com os lucros do exercício de 2017-2018, que se situaram nos 21,3 milhões de euros.


Tendam

"2018 reflete a força da Tendam e do seu modelo de negócios, mesmo num contexto de maior volatilidade e incerteza. Num ano marcado pela meteorologia adversa e pela instabilidade geopolítica, melhorámos trimestralmente as nossas vendas comparáveis, melhorámos o Ebitda e multiplicámos quase por quatro o nosso lucro antes de impostos”, afirmou Jaume Miquel, presidente e CEO da Tendam.
 
O resultado bruto de exploração (Ebitda, na sigla em inglês) alcançou os 161,2 milhões de euros, o equivalente a um aumento de 0,4%, e foi de 162,8 milhões a taxas de câmbio constantes, ou seja, mais 1,4% durante o exercício fiscal de 2018-2019. A melhoria do Ebitda e a redução das despesas financeiras impulsionaram os lucros antes de impostos.

As receitas da Tendam atingiram os 1,155 bilhão de euros a taxas de câmbio constantes e 1,150 bilhão de euros à taxa de câmbio atual, o que se traduz num ligeiro aumento em comparação com os 1,154 bilhão do exercício fiscal anterior. O grupo indica que as suas vendas em superfície comparável registaram o seu melhor desempenho entre setembro de 2018 e janeiro de 2019, apesar de reconhecer que 2018 foi marcado por uma meteorologia adversa e pela instabilidade geopolítica.
 
Por seu lado, as vendas online cresceram 29,4% neste período, com uma tendência positiva para todas as marcas do portefólio do grupo. A Women'secret foi a marca que mais subiu no comércio online, com 34,9%, seguida pela Cortefiel e pela Pedro del Hierro, ambas com uma subida de 32,4%. O canal online representa 7,9% do total das vendas da empresa em Espanha.

No encerramento do exercício, as despesas financeiras do grupo foram reduzidas em 46 milhões de euros graças à nova estrutura da dívida, enquanto a dívida líquida ficou em 451,2 milhões de euros. Ao longo do exercício, a Tendam "recomprou e cancelou dívida no valor de 65,88 milhões de euros".
 
O grupo de moda focado no segmento premium mass market concentrou os seus esforços na sua estratégia omnicanal para integrar as suas lojas físicas e online. Com este propósito, pôs em marcha em Espanha um serviço de recolha multimarca em loja, graças ao qual os clientes podem levantar os seus artigos das marcas Cortefiel e Pedro del Hierro comprados online em mais de 120 lojas Springfield. Além disso, colocou em prática a reserva de um produto durante 48 horas numa loja física, após a prévia seleção online.

No final do exercício de 2018-2019, a Tendam registava 1993 pontos de venda em mais de 80 países, dos quais 1242 eram próprios, 632 franquias e 119 corners. Durante este período, o grupo abriu 65 lojas próprias.

Além disso, o grupo espanhol adicionou 23,9 milhões de membros ao seu programa de fidelização, o que equivale a um aumento de 8,5% em relação a fevereiro de 2018.
 
No início de junho, a Tendam nomeou Jaume Miquel como o seu novo presidente executivo, paralelamente às suas funções como CEO, cargo que ocupa desde 2016. Uma nomeação que ocorreu algumas semanas após a saída de Miguel Ibarrola, que atuava como presidente não-executivo do conselho da empresa há quase três anos.

Traduzido por Estela Ataíde

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirModa - AcessóriosModa - CalçadosNegócios
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER