×
894
Fashion Jobs
keyboard_arrow_left
keyboard_arrow_right

Tecnologia comercial vence o primeiro Hackathon WeAr patrocinado pela C&A

Por
Guia JeansWear
Publicado em
today 16 de dez de 2016
Tempo de leitura
access_time 2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Em tempos de crise nada melhor do que usar a criatividade propondo novas formas de consumo e de produtos inseridos no mercado de moda. E, que tal apostar em um futuro mais tecnológico e inovador para alavancar as vendas e conquistar clientes que cada vez mais anseiam por novidades?

Hackathon WeAr + C&A

 
Essa foi a proposta do primeiro hackathon de moda do País, patrocinado pela C&A. Idealizado pelo festival WeAr, o evento aconteceu no IED, Istituto Europeo di Design, e reuniu makers, desenvolvedores, designers, estilistas, profissionais de criação e estudantes ligados ao universo da moda e tecnologia, em uma maratona de quase 30 horas.
 
"O encontro propõe o desenvolvimento de wearables (tecnologia vestível), bem como apresenta novas experiências e formas de criar e produzir", diz Alexandra Farah, idealizadora do WeAr.

O Hackathon WeAr + C&A tem co-patrocínio do cartão ELO, além do apoio do IED – Istituto Europeo di Design, La Roche Posay, Shop2gether, Basico.com, Santista Jeanswer e Metro Jornal.
 
44 participantes foram selecionados e divididos em grupos e tiveram como desafio criar e prototipar um item conceitual, ou que esteja pronto para ser produzido para o mercado em grande escala. Para tanto, os presentes contaram com o auxílio de mentores especializados em moda, negócios e tecnologia, como o estilista Dudu Bertholini, que ofereceu suporte na modelagem da ideia, prototipagem e com soluções em softwares e processos.
 
Além disso, foram disponibilizados equipamentos de confecção, hardwares e componentes para a produção das peças no laboratório do IED.
 
O time vencedor, composto por Evelyn Costa, Sarah Lopes e Gabrielle Pigato, elaborou um dispositivo que se encaixa em patches e traz informações de identificação pessoal e pagamento, prático e fashion para ser usado no dia-a-dia.
 
O patch foi bordado à mão por uma das designers, já que o grupo tem a preocupação de unir o processo artesanal à alta tecnologia. O colete utilizado foi confeccionado com o denim da Santista Jeanswear, que cedeu artigos para o evento.
 
"A gente quer ir na balada ou sair para almoçar durante o trabalho e deixar a bolsa no escritório e assim criamos um patch com um adesivo que cola em qualquer peça de roupa", diz Evelyn Costa, uma das integrantes do grupo.
 
Cada integrante do grupo vencedor ganhou mil reais em compras na C&A e uma bolsa de estudo para qualquer pós-graduação do IED-SP. Entre os jurados estava a consultora de moda Gloria Kalil, além de profissionais da área de moda e varejo, que avaliaram os projetos segundo critérios de criatividade, design, execução, viabilidade de produção e eco-friendly.
 
Entre os projetos desenvolvidos está uma bolsa com dispositivo antifurto, que avisa quando o zíper está sendo aberto, além de uma coleção de acessórios, com anéis e pulseiras com botão de proteção pessoal.

Copyright © 2019 Guia JeansWear. Todos os direitos reservados.