×
879
Fashion Jobs
keyboard_arrow_left
keyboard_arrow_right

Tapestry anuncia metas de responsabilidade corporativa para 2025

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
today 25 de abr de 2019
Tempo de leitura
access_time 2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

A Tapestry Inc, proprietária de marcas como Kate Spade, Coach e Stuart Weitzman, anunciou as suas metas de responsabilidade corporativa para 2025 através do Relatório de Responsabilidade Corporativa de 2018 da empresa.


Instagram @katespadeny


Destacando vários objetivos, como aumentar da diversidade em suas equipes norte-americanas e de liderança de marca; reduzir as diferenças de gênero e etnia nas pontuações do índice Employee Inclusion Index da empresa; e estabelecer um padrão global de benefícios para políticas de autocuidado, licença parental e cuidados familiares, as metas da Tapestry para 2025 focam especialmente em sua cadeia de suprimentos.

No relatório, a empresa disse que pretende alcançar 95% de transparência e mapeamento de matérias-primas dentro das cadeias de suprimentos até 2025, bem como uma redução de 10% no uso de água em toda a empresa.

O maior foco da Tapestry em sua produção, distribuição e fornecedores surge à medida em que a responsabilidade ética corporativa dentro da indústria da moda continua sendo destaque e preocupando os consumidores. Enquanto cresce o interesse do público, estratégias preventivas como a da Tapestry poderiam evitar controvérsias éticas - como a da PVH, que recentemente anunciou planos para investigar denúncias de assédio moral e pagamentos incorretos (12 centavos por hora de trabalho) para trabalhadores etíopes que fazem roupas para suas marcas. 

Segundo a empresa, atualmente, cada um de seus fornecedores deve estar de acordo com o Código de Conduta do Fornecedor. No futuro, a Tapestry solicitará mais informações dos fornecedores sobre suas emissões de gases, consumo de água e geração de resíduos.

Entre os outros objetivos detalhados no relatório de 2018 estão: dar a 50 mil pessoas que contribuem para a fabricação das peças das marcas da empresa o acesso a programas de capacitação durante o dia de trabalho até o fim do ano fiscal de 2025, por meio de parcerias com ONGs locais. Além disso, a Tapestry também quer garantir que 90% de seu couro seja proveniente de curtumes com selo Prata e Ouro da Leather Working Group; ter 75% de conteúdo reciclado em embalagens; e 25% de redução nos resíduos corporativos e de centros de distribuição da América do Norte, entre outros.

O relatório publicado corresponde ao lançamento do Our Social Fabric, um site dedicado ao programa de sustentabilidade e governança social da Tapestry.

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.