×
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
21 de mar. de 2022
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Surgem novas acusações de má conduta contra Paul Marciano, cofundador da Guess

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
21 de mar. de 2022

O cofundador da Guess, Paul Marciano, voltou a ser ser alvo de denúncias de assédio sexual.


Facebook: Marciano


Durante uma coletiva de imprensa realizada na quinta-feira, 17 de março, quatro mulheres compartilharam suas experiências pessoais com Marciano e também revelaram um processo contra membros do conselho da Guess. As mulheres incluem três ex-modelos, entre elas Amanda Rodriguez. As que entraram com uma ação judicial serão representadas pela advogada Lisa Bloom.

Durante a coletiva, Bloom disse: “Não conheço outra empresa que tenha nem perto desse número de acusações de assédio sexual grave e agressões sexuais contra um executivo proeminente e ainda assim continue a empregá-lo”.

Paul Marciano renunciou ao cargo de presidente executivo do conselho da Guess em junho de 2018 e foi substituído por seu irmão, Maurice. Na ocasião, a modelo e atriz Kate Upton se apresentou junto com várias outras mulheres, acusando-o publicamente de assédio sexual.

Os irmãos fundaram a Guess em 1981 e detêm 38% da empresa, segundo dados da Refinitiv. Paul ainda é diretor do conselho de oito membros da Guess, além de diretor de criativo da marca.

No mês passado, uma empresa de investimentos ativista também pediu à Guess Inc. para remover os dois irmãos que cofundaram a varejista, argumentando que as acusações estão prejudicando a empresa.

Marciano nega as acusações.

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.