×
Publicidade
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
25 de out. de 2021
Tempo de leitura
3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Supima Design Lab destaca o trabalho de Charles de Vilmorin, talento americano e nova geração de Hyères

Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
25 de out. de 2021

Uma conseqüência feliz do fim gradual do lockdown global foi a oportunidade de descobrir as últimas criações em Paris no Supima Design Lab, que contou com cerca de 20 designers altamente talentosos.


Novas criações do Supima Design Lab - DR


Já conhecemos muitos dos designers no último fim de semana no Hyères, o festival internacional de moda, acessórios e fotografia que representa o maior prêmio da Europa para jovens designers.
 
Embora a estrela da apresentação em três partes tenha sido em grande parte Charles de Vilmorin, um dos seis criadores de uma seção de designers e marcas líderes. Todos os participantes do Supima Design Lab fazem suas criações com este algodão exclusivo.

Wunderkind de Vilmorin propôs um maravilhoso vestido envolvente adornado por uma explosão de corações, cruciformes e flores de lótus impressos à mão em branco e cheio de laços. Além disso, destacou a flexibilidade do Supima, a cashmere do algodão, cultivada nos estados do sudoeste dos Estados Unidos. Ao lado dele, um grande traje disco futurista de Jordan Bowen e Luca Marchetto, da marca JordanLuca, com jaqueta bomber amarrada nas costas, saia xadrez com pregas nas costas e calça costurada. Tom Van Der Borght também se destacou com um vestido de cerimônia em camadas com um padrão de lantejoulas.
 

Exposição com finalistas do festival internacional Hyères nohistórico Hôtel de La Salle em Paris - DR


“A quantidade de ideias que os designers têm para usar o Supima, em termos de acabamento, construção e inovação, é pura magia. Não poderíamos estar mais orgulhosos de ver como essa nova geração de designers usa nossos tecidos com tanta criatividade”, disse o vice-presidente da Supima, Buxton Midyette.
 
Realizada no histórico Hôtel de La Salle, uma mansão histórica no distrito de Saint-Germain de Paris, a exposição também contou com oito finalistas de Hyères, incluindo a vencedora do Grande Prêmio Ifeanyi Okwuadi, que confeccionou uma intrigante jaqueta militar de malha preta. bem como três outros vencedores do prémio: Elina Silina, Rukpong Raimaturapong e Sofia Ilmonen, agraciados com o Chloé Prize, Le 19M Métiers d'Arts Chanel Prize e o Mercedes-Benz Sustainability Prize, respectivamente.
 
Embora a criação mais marcante tenha sido uma combinação entre uma designer e uma artista plástica, Laima Jurca e Marta Veinberga, que fizeram juntas um fantástico casaco de penas em patchwork e uma saia combinando com imagens de produtos de supermercado e animais da fazenda. Também havia botas combinando – em Supima, claro.
 
Também vimos uma exibição dos seis finalistas do último concurso de design Supima para jovens talentos das principais escolas de design da América, liderado pelo vencedor de 2021, Yuki Xu, da Rhode Island School of Design e outros cinco jovens aspirantes: Alana Tolliver, Bora Kim , Cat Pfingst, Jiarui Cai e Yitao Li.
 
O evento também contou com telas que mostravam o recente desfile misto de Hyères e um vídeo de desenho animado do local na Quinta Avenida onde a final de Supima foi realizada nos Estados Unidos, criando uma nova visão da moda com um tecido premium.
 

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.