×
Por
Jornal T
Publicado em
4 de abr. de 2017
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Suecos inventam roupas com músculos

Por
Jornal T
Publicado em
4 de abr. de 2017

Uma equipe de engenheiros suecos está desenvolvendo músculos artificiais têxteis, produzidos a partir de fibras de celulose, recobertas sequencialmente por um polímero, um material eletroativo, conhecido como polipirrol, e uma camada externa de proteção aplicada por deposição a vapor.


Esta técnica para recobrir as fibras de um tecido normal com um material eletroativo, que se distende e se contrai acionado por uma corrente elétrica, torna possível construir roupas e acessórios que se comportem como fibras musculares, provendo força adicional para pessoas com dificuldades de movimento. É uma abordagem mais simples, mais leve e mais cômoda do que os tradicionais exoesqueletos, normalmente construídos com atuadores rígidos.

“Tem havido avanços enormes e impressionantes no desenvolvimento dos exoesqueletos, que agora permitem às pessoas com deficiência andar novamente. Mas a tecnologia atual se parece com ternos robóticos rígidos. O nosso sonho é criar exoesqueletos semelhantes aos itens normais de vestuário, que se possam usar debaixo das roupas normais. Esse dispositivo poderia facilitar a circulação de pessoas idosas e portadoras de deficiência de mobilidade”, explica o professor Edwin Jager, da Universidade de Linkoping.

“Ao tecer o tecido, podemos projetá-lo para produzir uma força elevada. Neste caso, a extensão do tecido é a mesma que a dos fios individuais. Mas o que acontece é que a força gerada é muito maior quando os fios são conectados em paralelo no tecido. Isto é semelhante aos nossos músculos. Alternativamente, podemos usar uma estrutura tricotada extremamente esticável para aumentar a eficácia de esticamento,” acrescenta Nils Persson, da Universidade Boras.

Copyright © 2016 Jornal T

Copyright © Jornal T. Todos os direitos reservados.