×
Por
Europa Press
Publicado em
21 de set. de 2015
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Startup ajuda varejistas globais de moda a vender excesso de estoques

Por
Europa Press
Publicado em
21 de set. de 2015

Berlim (Reuters/EP) – Uma nova plataforma de software americana, que ajuda grandes marcas de moda a reduzir estoques em grandes outlets de descontos, promete melhorar margens de um setor que alguns preferem manter em discrição temendo minar as vendas a preço cheio.


"Especialmente para marcas de luxo, não é algo que queiram tornar público, mas terão que lidar com isso", disse David Solomon, vice-presidente de receitas da Inturn, que se autodenomina o primeiro mercado em linha para excesso de estoques.
 
Solomon, que se uniu à empresa em abril após trabalhar no eBay, disse à Reuters que mais de 20% dos estoques das marcas não são vendidos no final das coleções, significando que o mercado de descontos para moda e vestuário vale 250 mil milhões de dólares.

Após um trabalhoso processo, o estoque é vendido para comerciantes como TJMaxx e TKMaxx, da TJX, assim como lojas especializadas menores, que vendem as mercadorias por entre 20 e 80% mais barato que o preço original.
 
Fundada há dois anos em Nova York, a Inturn diz que está trabalhando com grandes marcas e varejistas, mas não quis nomear clientes. A empresa acabou de introduzir novas características para seus showrooms que permitem que marcas e varejistas façam transações globalmente.

Copyright © 2021 Europa Press. Está expressamente proibida a redistribuição e a retransmissão do todo ou parte dos conteúdos aqui apresentados sem o prévio e expresso consentimento.