×
Por
EFE
Publicado em
23 de dez. de 2014
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Só 20% dos empresários latinos estão otimistas sobre a economia

Por
EFE
Publicado em
23 de dez. de 2014

Madri – Só 20% dos empresários latino-americanos consideram que a economia dos seus respectivos países melhorará nos próximos meses, antes 68,8% das empresas espanholas e 40% das portuguesas, segundo um estudo publicado na última semana.

Foto: DR


A pesquisa sobre as Relações Empresa-Governo na América Latina, Espanha e Portugal, elaborado pela consultoria espanhola "Llorente y Cuenca", junto com a Inmark Estudos e Estratégias em colaboração na Espanha com a APD (Associação para o Progresso da Direção), aprofunda-se nas relações entre as empresas e governos.

Para a pesquisa, foram realizadas 2.500 entrevistas com empresários e políticos de nove países da América Latina: Argentina, Brasil, Colômbia, Chile, Equador, México, Panamá, Peru e República Dominicana, além de Espanha e Portugal.

Quase dois terços dos empresários espanhóis consultados percebe uma clara melhora na situação econômica, uma opinião que é compartilhada também pela maioria dos políticos entrevistados.

No que se refere ao conjunto dos países Latino-americanos entrevistados, a porcentagem de empresários que percebem uma piora chega a 40% e, entre os políticos, este número vai aos 60%.

Só 15,8% dos empresário latino-americanos acreditam que a situação econômica melhorou (19,7% no caso dos políticos).

Os resultados da sondagem revelam que mais de 85% dos empresários espanhóis entrevistados declaram que os partidos políticos os inspiram “nenhuma” ou “pouca confiança”, valorizando muito pouco os sindicatos, outorgando-lhes um índice de confiança de 1,6 em uma escala de 1 a 5.

A figura política em âmbito global mais mencionada pelos empresários é Angela Merkel, seguida por Barack Obama. No âmbito latino-americano, são a presidente chilena Michelle Bachelet e o presidente do Uruguai, José Mujica.

Entre os empresários de porte internacional mais citados estão Bill Gates, Carlos Slim e Amancio Ortega.

© EFE 2021. Está expressamente proibida a redistribuição e a retransmissão do todo ou parte dos conteúdos dos serviços Efe, sem prévio e expresso consentimento da Agência EFE S.A.