×
165
Fashion Jobs
AMARO
Partner Brands Success Manager (Home)
Efetivo - CLT · São Paulo
AMARO
CRM Lead
Efetivo - CLT · São Paulo
CAEDU
Analista de Controladoria pl
Efetivo - CLT · São Paulo
AMARO
Principal Product Manager
Efetivo - CLT · São Paulo
CAEDU
Analista de Produtos Financeiros pl
Efetivo - CLT · São Paulo
VIVARA
Aprendiz Comercial - Shopping Cidade de São Paulo
Efetivo - CLT · São Paulo
VIVARA
Aprendiz Comercial - Center Shopping Uberlândia
Efetivo - CLT · Uberlândia
VIVARA
Aprendiz Comercial - Shopping Del Rey
Efetivo - CLT · Belo Horizonte
VIVARA
Aprendiz Comercial - Shopping Uberaba
Efetivo - CLT · Uberaba
AMARO
Compliance Analyst
Efetivo - CLT · SÃO PAULO
THE SIMPLE FOLK
Remote Director of Marketing - Ethical, Sustainable Children's Fashion
Free-lance ·
YOUCOM
Consultor de Vendas Sênior (Contagem)| Youcom
Efetivo - CLT · Contagem
YOUCOM
Gerente de Loja Especializada (Interlagos - sp) | Youcom
Efetivo - CLT · São Paulo
CAMICADO
Promotor de Vendas - Porto Alegre
Efetivo - CLT · Porto Alegre
CAMICADO
Promotor de Vendas - Campinas
Efetivo - CLT · Campinas
CAMICADO
Aprendiz Camicado Jundiai Shopping
Efetivo - CLT · Jundiaí
AMARO
Gerente de Loja Curitiba
Efetivo - CLT · Curitiba
AMARO
Global Apparel Developer
Efetivo - CLT · São Paulo
AMARO
Vendedor(a) Curitiba
Efetivo - CLT · Curitiba
AMARO
Fashion Buyer & Product Developer - Footwear
Efetivo - CLT · São Paulo
AMARO
Tech Recruiter Intern
Efetivo - CLT · São Paulo
AMARO
Brands Success Intern
Efetivo - CLT · São Paulo
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
27 de abr de 2021
Tempo de leitura
3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

SMCP confirma queda nas vendas no primeiro trimestre

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
27 de abr de 2021

O grupo francês, proprietário das marcas Sandro, Maje, Claudie Pierlot e De Fursac, anunciou na terça-feira uma queda de 2,1% no seu volume de negócios no primeiro trimestre, para 223,9 milhões de euros, penalizado pelas restrições relacionadas com a Covid-19 na Europa, contrabalançada por um bom desempenho na região Ásia-Pacífico.


Look da coleção primavera-verão 2021 da Maje - Maje


Vale notar que esta redução aconteceu após o grupo ter registrado, no primeiro trimestre de 2020, uma redução da sua atividade de 16,7% em dados publicados e de 20,4% em termos orgânicos.
 
Daniel Lalonde, CEO da SMCP, declarou através de um comunicado: "As nossas vendas permaneceram afetadas pelas medidas de confinamento implementadas na Europa e no Canadá. Na Ásia, onde os efeitos da pandemia são muito mais limitados, a tendência positiva continuou no primeiro trimestre."

A queda no volume de negócios, que inclui um efeito cambial negativo de 1,5%, foi mais modesta na variação orgânica (-0,6%), declarou o grupo no seu comunicado.
 
"Não é relevante nesta fase comunicar as previsões anuais para 2021", devido ao "alto nível de incertezas", afirmou o SMCP, acrescentando: “A perspetiva de reabertura progressiva dos mercados europeus nos permite ser razoavelmente otimistas em relação ao segundo semestre de 2021, não só na Europa, mas em todas as regiões.”

A região Europa do grupo - países europeus e Médio Oriente, excluindo França - apresentou a maior queda no trimestre (-32,9%), "fortemente afetada pelas medidas de confinamento, pelo fechamento das lojas e um turismo muito limitado". Em França, as vendas caíram 8,3%. Ainda subdesenvolvidas fora de França,  a Claudie Pierlot e a De Fursac sentiram, portanto, o maior impacto, com um declínio cumulativo de 17% para as duas marcas. O grupo especificou também que fechou 33 pontos de venda. Como o seu diretor-geral havia anunciado anteriormente, são lojas sob a bandeira Suite 341 e lojas de pequeno formato.
 
Por outro lado, na Ásia-Pacífico o volume de negócios aumentou 61,3%, impulsionado pela China continental, que registrou um aumento orgânico de 92,6% (+26% em relação ao mesmo período de 2019). "Também foi registrado um bom desempenho em países como Taiwan, RAE de Macau e Coreia do Sul."
 
Na região das Américas, que registrou uma queda de 7,4% nas vendas, “o desempenho melhorou gradualmente a partir de fevereiro, impulsionado pela retomada do consumo nos Estados Unidos, relacionada com a rápida implementação da estratégia de vacinação”.

Graças a estas dinâmicas americana e asiática, as duas marcas principais do grupo têm defendido as suas posições. A Sandro ficou estável (-0,1%) em relação ao primeiro trimestre de 2020. Quanto à Maje, a marca fundada por Judith Milgrom registrou um crescimento orgânico das vendas de 6,1%.
 
Embora 45% da sua rede de lojas em todo o mundo esteja temporariamente fechada, a empresa, que tem como acionista majoritária a Topsoho, uma empresa detida pela chinesa Shandong Ruyi, registrou um forte crescimento nas vendas online no trimestre: +38,9%.
 
Com AF

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.