Showroomprive perde 4,4 milhões em 2018, uma melhoria de 16,8%

A empresa francesa de venda de moda online Showroomprive registou um prejuízo líquido de 4,4 milhões de euros em 2018, o que equivale a uma melhoria de 16,8% em comparação com os "números vermelhos" registados durante o exercício anterior, conforme informou a empresa.


REUTERS/Christophe Ena

O volume de negócios entre janeiro e dezembro do ano passado aumentou 2,3%, situando-se nos 672,2 milhões de euros. Por áreas geográficas, a receita de França subiu 5,3% para 546,2 milhões de euros, enquanto a faturação registada nos restantes países avançou 1% para 112,3 milhões de euros.
 
Do lado das despesas, o custo dos produtos vendidos aumentou 3% para 428,5 milhões de euros, enquanto as despesas de logística aumentaram 4,9% para 157,9 milhões de euros. A parte dedicada ao marketing ascendeu a 34,5 milhões de euros, mais 0,4%, enquanto os custos gerais e administrativos foram de 56,9 milhões de euros, mais 12,2%.

Os cofundadores e CEOs da Showroomprive, Thierry Petit e David Daya, salientaram que a expansão da empresa se "foca" em duas áreas: melhorar a "eficiência operacional" e controlar os custos para "reforçar" a rentabilidade a longo prazo.
 
A empresa fechou 2018 com 9 milhões de clientes acumulados, mais 13,6%, que realizaram uma média de 4,3 pedidos. A receita por comprador situou-se em 176 euros, mais 3,6%, enquanto o pedido médio alcançou um preço de 40,6 euros, mais 5,5%.

Traduzido por Estela Ataíde

Copyright © 2019 Europa Press. Está expressamente proibida a redistribuição e a retransmissão do todo ou parte dos conteúdos aqui apresentados sem o prévio e expresso consentimento.

Moda - Pronto-a-vestirModa - AcessóriosModa - CalçadosEsporteDenimLingerieBalneárioÓculosTêxtilModa - DiversosNegócios
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER