×
Por
Reuters
Publicado em
27 de jul. de 2022
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Shopify reduz 10% da força de trabalho à medida que compras online diminuem

Por
Reuters
Publicado em
27 de jul. de 2022

A empresa canadense de comércio eletrônico, Shopify Inc., anunciou a demissão de 10% de sua força de trabalho, enquanto luta com a desaceleração do crescimento devido a uma retração nas compras online, após se beneficiar do aumento na demanda alimentado pela pandemia.

  Reuters

Na na terça-feira (26), as ações da empresa caíram 14,7% nas bolsas dos EUA e -14% na Bolsa de Toronto, puxando o principal índice de ações do Canadá para baixo. As ações perderam 75% de seu valor até agora este ano.

No ano passado, a Shopify foi apontada a empresa mais valiosa, mas o relaxamento dos bloqueios devido a pandemia levou os consumidores de volta às lojas físicas, prejudicando seu negócio. Seu crescimento de vendas durante a pandemia levou a empresa com sede em Ottawa a aumentar as contratações e investir em tecnologia, apostando na mudança para o online.

"Agora está claro que a aposta não deu certo", disse o presidente-executivo Tobi Lütke, acrescentando que as funções de recrutamento, vendas e suporte são as mais afetadas. A empresa tinha 10.000 funcionários em 31 de dezembro do ano passado, acima dos 7.000 no final de 2020. "Em última análise, fazer esta aposta era a minha decisão e eu errei.", concluiu.

Diante da concorrência da Amazon e de outras lojas físicas, a Shopify está agora se unindo a empresas de mídia social, incluindo Twitter e YouTube, à medida que os influenciadores começam a vender suas próprias marcas.

“Um dos pontos positivos para Shopify é que eles estão vendo uma tração significativa nas vendas de comércio eletrônico relacionadas às redes sociais”, disse o analista da D.A. Davidson, Tom Forte.

© Thomson Reuters 2022 Todos os direitos reservados.