×
Publicado em
14 de abr. de 2022
Tempo de leitura
3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Shopee alcança mais de 2 milhões de vendedores brasileiros

Publicado em
14 de abr. de 2022

A Shopee, plataforma de comércio eletrônico, celebra o marco de mais de 2 milhões de vendedores brasileiros registrados na plataforma, entre micro, pequenas e médias empresas (MPMEs), assim como grandes marcas na Shopee Oficial (Nivea, Reserva, Empório Nestlé, Faber-Castell, Mundo Danone, Philips e Black&Decker, entre outras). Mais de 85% das vendas do marketplace são de lojistas brasileiros e a Shopee continua apoiando esses vendedores com iniciativas para alavancar ainda mais os seus negócios online.



Shopee já capacitou mais de 50 mil empreendedores - Divulgação - Shopee


“O forte comprometimento da Shopee para apoiar vendedores e comunidades brasileiras tem atraído cada vez mais empreendedores e marcas para o nosso marketplace. Nosso suporte vai além de oferecer uma plataforma fácil e segura. Já capacitamos mais de 50 mil pessoas nos últimos 12 meses em mais de 20 tipos de aulas para ajudá-las na digitalização dos negócios e alavancagem de vendas. Além disso, temos feito um trabalho de acompanhamento de alguns negócios.”, destaca Felipe Piringer, responsável pelo marketing na Shopee Brasil.
 
O aperfeiçoamento profissional dos vendedores também está na lista de prioridades da Shopee, que está continuamente investindo no Centro de Educação do Vendedor, um ambiente de aprendizagem virtual com webinars e cursos profissionais com vários módulos como “Aprenda a analisar o desempenho da sua loja”, “Venda mais com as ferramentas da Central de Marketing”, “Otimizando seus envios”, entre outros.

Em um pouco mais de um ano da iniciativa, a empresa já capacitou mais de 50 mil empreendedores em mais de 300 horas de webinars. Além disso, a Shopee mantém um grupo privado no Facebook para que os vendedores possam trocar conhecimento e informações.

Além dos treinamentos, a Shopee conta com um programa de incubação para apoio ao vendedor assim que chega na plataforma. A iniciativa é gratuita e apenas para convidados. Com duração de quatro semanas, os profissionais da Shopee ajudam os lojistas no onboarding com estratégias para aumentar as vendas, como a utilização de ferramentas de marketing e publicidade, na melhoria do design da loja, entre outros.

Já para aqueles que estão há mais tempo na plataforma, a Shopee realiza visitas periódicas para alguns lojistas selecionados para apoiá-los no que for preciso. O suporte pode ser o compartilhamento de boas práticas operacionais ou até ajuda na resolução de problemas como melhor organizar o estoque, por exemplo. Esse programa está em fase piloto com presença em cidades selecionadas.

Outros recursos estão disponíveis para vendedores potencializarem suas vendas na Central de Marketing, como o Leve Mais por Menos, promoções que permitem que o comprador adicione produtos específicos ao pedido para obter mais descontos, os Combos, que são promoções que permitem descontos adicionais ou presentes com gasto mínimo, as Ofertas Relâmpago, que são promoções por tempo limitado para atrair mais compradores, entre muitos outros.

A carioca Denise Ferreira da Bolsa e Cia, de 47 anos, dona de três lojas físicas de bolsas e acessórios, precisou demitir metade de seus funcionários quando chegou a pandemia. Foi quando conheceu a Shopee e sem nunca ter vendido nada pela internet, ingressou na plataforma. No primeiro mês, ela vendeu R$ 2.500, no terceiro mês já passou para R$ 78 mil, hoje vende mais de meio milhão em mais de 5 nichos diferentes, e emprega 20 pessoas com carteira assinada.

Fundada em 2015 em Singapura como subsidiária da Sea Limited (NYSE: SE), a Shopee, plataforma líder de e-commerce no Sudeste Asiático e Taiwan, está no Brasil desde 2019. 
 

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.