×
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
15 de nov. de 2022
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Shiseido: Kentaro Fujiwara, diretor da região China, promovido a presidente e diretor de operações

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
15 de nov. de 2022

A gigante japonesa de cosméticos Shiseido prepara-se para renovar a sua direção. A partir de 1º de janeiro de 2023, Kentaro Fujiwara assumirá o cargo de presidente e diretor de operações do grupo. Anteriormente CEO da Shiseido para a região China, Kentaro Fujiwara trabalhará, portanto, junto a Masahiko Uotani. Presidente e CEO do grupo desde 2014, este último assumirá a função de presidente do conselho de administração e manterá o cargo de CEO.


Kentaro Fujiwara - Shiseido


Kentaro Fujiwara ingressou no grupo Shiseido em 1991. Com um perfil muito internacional, trabalhou na Alemanha e depois em Paris como diretor de operações comerciais, tendo depois dirigido o centro de distribuição europeu do grupo. Em 2011, assumiu a direção da Shiseido na Coreia do Sul. De seguida, assumiu as suas funções na China.

A sua chegada acontece numa altura em que o grupo Shiseido viu  o seu desempenho atingido pelo impacto da pandemia nas suas vendas no Japão e na China, os seus dois principais mercados. Para se emancipar desses mercados, a Shiseido fortaleceu as suas posições na Europa. Primeiro com o lançamento na França da Ulé, marca natural de cuidados para a pele, cujos principais ingredientes são cultivados numa quinta vertical em Yvelines, depois com a aquisição em setembro passado da Gallinée, marca fundada em 2016 pela francesa Marie Drago, que usa probióticos ativos para acalmar, equilibrar e fortalecer a pele. O grupo também está atento aos Estados Unidos para novas aquisições.

Nos primeiros nove meses de seu exercício de 2022, o grupo Shiseido viu as suas vendas aumentarem 4,7% num ano, para 762,7 bilhões de ienes (5,2 bilhões de euros). Mas, excluindo os efeitos cambiais positivos relacionados com a queda do iene, o volume de negócios caiu 4,1%. O grupo espera ainda um volume de negócios anual de 1.070 bilhões de ienes (7,3 bilhões de euros), um aumento de 5,9% em relação a 2021.

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.