×
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
10 de jun. de 2022
Tempo de leitura
3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Shein compromete-se a alocar 50 milhões de dólares para lidar com resíduos têxteis

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
10 de jun. de 2022

A Shein anunciou na quarta-feira (8) uma nova parceria com a The Or Foundation para lançar o Fundo de Responsabilidade Ampliada do Produtor (EPR, na sigla em inglês) da empresa de moda online, focado em apoiar os esforços de gestão de resíduos em comunidades fortemente afetadas pelos resíduos têxteis.


O acordo plurianual dofundoEPR fará com que a empresa chinesa de moda destine 50milhõesde dólaresnos próximos cinco anos - Shein


O acordo plurianual do fundo EPR fará com que a empresa chinesa de fast fashion destine 50 milhões de dólares nos próximos cinco anos. O fundo ajudará a avançar no design e na implementação de estratégias de sustentabilidade ecológica e social focadas em roupas que entraram no comércio mundial de roupa de segunda mão e muitas vezes deixam o comércio de segunda mão como lixo.
 
A medida está alinhada com o compromisso da Shein de abordar a gestão global de resíduos têxteis e promover o desenvolvimento de uma economia circular, bem como quaisquer outras obrigações do EPR, de acordo com um comunicado.

Adam Whinston, responsável global de ESG (Environmental, Social and Corporate Governance) da Shein, manifestou: “A Shein estabeleceu uma ambiciosa agenda de impacto e estamos muito satisfeitos por nos associamos com a The Or Foundation, o destinatário inicial do fundo pioneiro da Shein, para o próximo passo na nossa jornada.”

"O tratamento de resíduos de segunda mão é uma parte importante do ecossistema da moda que muitas vezes é negligenciada. Temos a oportunidade de fazer uma mudança neste espaço e estamos ansiosos por trabalhar com a The Or Foundation neste projeto, o primeiro do gênero."
 
Como receptora inicial da doação, a The Or Foundation receberá 5 milhões de dólares anuais durante três anos do fundo global e usará os recursos para expandir o programa de aprendizagem Mabilgu (irmandade) da fundação para mulheres jovens que carregam fardos de roupas em segunda mão sobre as suas cabeças; incubar negócios comunitários que transformem resíduos têxteis em novos produtos; iniciativas piloto de conversão de fibra com fabricantes têxteis ganeses e equipar o mercado de Kantamanto através de uma visão da comunidade para garantir que o maior mercado de roupa de segunda mão do mundo seja um local seguro e digno para trabalhar.

Liz Ricketts, cofundadora e CEO da The Or Foundation, disse: "Estamos pedindo às marcas que paguem a fatura das comunidades que gerem os seus resíduos, e este é um passo significativo em direção à responsabilidade. O que consideramos verdadeiramente revolucionário é o reconhecimento da Shein de que as suas roupas podem acabar aqui em Kantamanto, um simples fato que nenhuma outra grande marca de moda se dispôs a declarar até agora."

A The Or Foundation também redistribuirá uma parte da doação inicial entre organizações parceiras no Gana. A Shein trabalhará com a The Or Foundation para identificar outros beneficiários noutros países afetados pelo desperdício de moda este ano e nos próximos.

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.