×
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
23 de set. de 2021
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Shang Xia confia o seu estilo a Yang Li e desfila em Paris

Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
23 de set. de 2021

Revolução na Shang Xia. Comprada em dezembro de 2020 pela família Agnelli, através da sua holding Exor, a discreta marca de luxo chinesa, criada em 2010 pelo designer Jiang Qiong Er em parceria com a Hermès, está mudando a sua estratégia, ganhando um rumo muito mais contemporâneo e orientado para a moda. Acaba de nomear o designer Yang Li como diretor criativo para a moda, que revelará a sua primeira coleção no dia 4 de outubro em Paris.


Yang Li, o designer chinês nomeado diretor criativo para a moda da Shang Xia - Shang Xia

 
Esta é uma estreia para a Shang Xia, que se junta nesta ocasião ao prestigioso calendário da Paris Fashion Week. Nascida como uma marca de vestuário, mobiliário e louças "Made in China", posicionada no segmento de luxo, a empresa sediada em Xangai, inspirada no artesanato tradicional local, desenvolveu até agora um conceito 100% chinês com preços muito elevados.
 
Esta é uma mudança radical de imagem para esta marca, que até então tem sido bastante confidencial, e que está também revelando um novo logotipo com um design futurista de letras invertidas, que correm na horizontal. O logotipo destina-se a "introduzir a abordagem de design contemporâneo e inovador que Yang Li irá injetar na Shang Xia".

O designer de 34 anos não é propriamente um desconhecido, tendo desfilado em Paris desde 2013 e sido finalista na primeira edição do LVMH Prize em 2014. Nascido em Pequim, Yang Li deixou a China aos 10 anos de idade para se estabelecer com a sua família em Perth (Austrália Ocidental), onde o basquetebol e o skate foram as suas primeiras abordagens ao estilo e à moda.
 
Mal completou 20 anos, mudou-se para Londres, onde frequentou a prestigiosa Central Saint Martins College, que deixou para se juntar a Raf Simons (agora diretor cocriativo da Prada) no seu estúdio em Antuérpia. De volta a Londres em 2011, Yang Li lançou a sua própria marca de vestuário para mulheres e homens. Luxo novo com um estilo romântico minimalista tingido com um toque de punk e inspiração esportiva.
 
"A personalidade e o talento comprovado de Yang Li, bem como a sua visão de modernidade e compreensão da sustentabilidade, significam que irá naturalmente abordar e enriquecer o legado único da Shang Xia", disse em um comunicado Jiang Qiong Er, cofundador e diretor criativo da marca.
 

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.