×
Publicidade
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
28 de jan. de 2020
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Semana da Moda de Paris: calendário oficial inclui quatro novos nomes

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
28 de jan. de 2020

A Fédération de la Haute Couture et de la Mode, órgão dirigente da moda francesa, divulgou o calendário oficial dos desfiles femininos, que serão realizados no próximo mês em Paris. Este conta com quatro novos nomes.


A coleção SS20 de Kenneth Ize, durante da Fashion Week de Tokyo - Imagem: Rakuten Fashion Week Tokyo - ph Rakuten Fashion Week Tokyo


A federação concede a essas quatro marcas jovens - Coperni e Gauchere, ambas com sede em Paris, Kenneth Ize, com sede na Nigéria, e Noir Kei Ninomiya, originária do Japão - vagas altamente cobiçadas na grade do programa oficial. E, ao mesmo tempo, assegura-lhes uma atenção mediática e comercial que nada tem a ver com os desfiles em "off".
 
A temporada parisiense dedicada ao outono-inverno 2020/21 acontecerá de segunda-feira, 24 de fevereiro, à terça-feira, 3 de março, encerrando assim um mês de desfiles que começarão em Nova York na terça-feira, 4 de fevereiro.

Nesta temporada, descobriremos também as primeiras ideias de Felipe Oliveira Baptista para a Kenzo.

Todos os olhos estarão voltados para Kenneth Ize, um jovem talento enérgico e otimista, finalista do Prêmio LVMH 2019. Por seu lado, Ninomiya é um ex-Comme des Garçons, com quem continua a colaborar em termos de design. Este participou também na segunda temporada de "Moncler Genius": a sua revisão do emblemático blusão em modo armadura medieval totalmente negra suscitou a admiração dos jornalistas.
 
A Coperni, cuja direção artística é garantida pela dupla formada por Arnaud Vaillant e Sébastien Meyer, fez várias apresentações desde o seu lançamento em 2013.
 
A marca Gauchere, que apesar do nome de sonoridade francesa foi fundada pela designer alemã Marie-Christine Statz, já organizou desfiles à margem do calendário oficial.
 
Em suma, o novo quarteto ocupa os lugares liberados com a saída de Afterhomework, Manish Arora, Cédric Charlier e Yang Li.

A federação incluiu também as apresentações de outras quatro marcas: Boyarovskaya, Germanier e Xuly Bët, as três com sede na França, e Thebe Magugu, originária da África do Sul.
 
Este último ganhou o prêmio LVMH no ano passado e deverá haver uma multidão na sua primeira apresentação parisiense. Kenneth Ize e Thebe Magugu já haviam participado de um desfile conjunto em Tóquio em outubro do ano passado, no âmbito de um programa de intercâmbio cultural entre África e o Japão.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.