×
751
Fashion Jobs
keyboard_arrow_left
keyboard_arrow_right

Semana da Moda de Nova Iorque: sob o signo da diversidade

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
today 5 de fev de 2019
Tempo de leitura
access_time 4 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Nesta temporada, a semana da moda outono-inverno 2019/20 colocará à prova a tenacidade e a resistência ao frio dos jornalistas e influenciadores, numa altura em que uma vaga de frio polar invade o todo o Midwest americano até Nova Iorque. Apenas os mais robustos e os mais devotos à criação nova-iorquina se atreverão a desafiar estas condições difíceis, mas a programação desta temporada pode muito bem recompensá-los com uma série de novos designers que emergem do gelo.


Ralph Lauren - primavera-verão 2019 - Moda Feminina - Nova Iorque - © PixelFormula


O evento decorre de 4 a 13 de fevereiro e a maioria dos grandes desfiles acontecem em Manhattan, nomeadamente no Spring Studios e no Industria, em West Village, e no Pier59, em Chelsea. Nesta temporada, a NYFW (New York Fashion Week) continuará de acordo com o novo calendário estabelecido pela CFDA em fevereiro de 2018: três dias de moda masculina e três dias de moda feminina.

Entre as ausências desta temporada está a Calvin Klein, que cancelou o seu desfile após a saída de Raf Simons em dezembro passado, bem como a Tommy Hilfiger, que irá saltar Nova Iorque nesta temporada para apresentar a sua coleção Tommy x Zendaya em Paris. Entre as marcas que primaram pela ausência estão ainda Victoria Beckham, que ainda não regressou a Nova Iorque desde o seu décimo aniversário, celebrado em Londres na última temporada, e a Rodarte, que apresentará a sua coleção outono 2019 na Califórnia, o estado de onde são oriundas as irmãs Mulleavy. A Escada, que celebrou o seu 40º aniversário com um desfile da sua coleção primavera 2019 em setembro do ano passado sob a nova direção criativa de Niall Sloan, não figura no calendário de fevereiro, como acontece com o vencedor do prémio CFDA/Vogue Fashion Fund, Pyer Moss. Mas, os imperadores da moda nova-iorquina Marc Jacobs, Ralph Lauren, Tom Ford e Michael Kors estarão bem presentes na passarela desta temporada.

Gabriela Hearst - primavera-verão 2019 - Moda Feminina - Nova Iorque - © PixelFormula


Entre as novidades desta temporada está a No Sesso, que dá início à moda masculina na segunda-feira, 4 de fevereiro. A marca de Los Angeles, liderada por Peter Davis e Arin Hayes, apresenta o seu primeiro desfile durante a NYFW - é também a primeira vez que uma designer abertamente transgénero aparece no calendário oficial da semana da moda de Nova Iorque. Numa entrevista com o CFDA, o órgão que regula a moda americana, Peter Davis descreveu a No Sesso como "uma marca artesanal divertida e repleta de fantasia, mas que também celebra a arte e a tecnicidade do vestuário", explicando que a próxima coleção da marca será "inspirada na roupa dos homens e mulheres de negócios, independentemente do género".

Helmut Lang


Lukhanyo Mdingi, o estilista que tem vindo a chamar a atenção na comunidade criativa da sua África do Sul natal e além-fronteiras, também fará a sua estreia oficial na NYFW no dia 6 de fevereiro. Numa entrevista com o CFDA, o criador de prêt-à-porter masculino explica que a sua última coleção, batizada Perene, é inspirada nos arquivos da marca. Ao longo dos primeiros dias da Semana da Moda terão também lugar as apresentações e instalações da marcas de sportswear de alta tecnologia Dyne e das marcas de prêt-à-porter masculino Tanaka, Dear Miler e Chan Chit Lo, todas dirigidas por mulheres.

Os regressos à moda nova-iorquina incluem ainda a Palomo Spain e a Helmut Lang, que regressa ao calendário de Nova Iorque a 11 de fevereiro após um hiato considerável, marcando o primeiro desfile da marca com o novo "editor-in-residence" Alix Browne e o novo diretor de moda masculina Mark Howard Thomas, após a sua nomeação em outubro de 2017. 

No Sesso


A moda feminina entra em ação com um desfile inaugural organizado por Ralph Lauren a 7 de fevereiro. A francesa Longchamp fará a sua segunda aparição em Nova Iorque a 9 de fevereiro, após a sua estreia nova-iorquina na última temporada. A 12 de fevereiro, Gabriela Hearst fará o seu primeiro desfile desde que a LVMH Luxury Ventures fez um investimento minoritário na sua marca. Outras marcas e designers internacionais emergentes farão a sua aparição nos dias seguintes, da marca conceptual Sies Marjan até à Palm Angels, marca premium de streetwear. Marc Jacobs encerrará a semana no dia 13 de fevereiro às 18 horas.

Apesar das muitas mudanças que marcaram o calendário da moda nova-iorquina ao longo das últimas temporadas, este mês de fevereiro pode desenhar um novo cenário, repleto de novos rostos e abrindo espaço para a diversidade.

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.