×
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
14 de jan de 2021
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Semana da Moda de Londres será digital e sem público

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
14 de jan de 2021

Apesar do confinamento na Inglaterra, a fashion week londrina será realizada no próximo mês, mas sem público e em formato digital. 


Burberry - primavera-verão 2021 - Moda Feminina - Londres - © PixelFormula


O British Fashion Council (BFC) anunciou na quarta-feira (13) que esteve "debatendo com o Governo o caminho a ser seguido pela Semana da Moda de Londres, considerando o atual contexto de emergência sanitária". Como resultado destas negociações, o evento será realizado de 19 a 23 de fevereiro, sendo que “os desfiles, apresentações e instalações poderão ser gravados e fotografados, mas não poderão ter público convidado”, explicou o BFC.
 
As medidas anti-Covid do Reino Unido permitem continuar com gravações e sessões fotográficas, sempre de acordo com as medidas de segurança.

A página do evento será www.londonfashionweek.com, um site no qual todos os designers irão mostrar novos conteúdos e colocar à venda novas coleções com um conteúdo digital “acessível a todos ao longo do ano”.
 
O BFC tem colaborado com as autoridades não só no que diz respeito à Semana da Moda de Londres, mas também para permitir que o setor da moda criativa continue funcionando e expandindo. 

“O BFC continua pedindo ao Governo que se comprometa a apoiar a indústria da moda”, declarou a diretora executiva do BFC, Caroline Rush. “ Um dos pedidos mais importantes é que permita que os principais talentos do design e os modelos viajem ao Reino Unido com uma introdução gradual de isenções de quarentena para a indústria da moda, a fim de viabilizar os negócios essenciais e proteger a competitividade da indústria da moda britânica.”

E continuou: "Este novo confinamento está sendo incrivelmente difícil para empresas, trabalhadores independentes e particulares. O nosso setor é de uma criatividade incrível e isso é mais verdadeiro no Reino Unido do que em qualquer outro país. A maioria das empresas e pessoas com quem trabalhamos são empresas e designers independentes que contribuem significativamente para a reputação cultural e criativa do nosso país."

“Continuaremos pressionando para obter apoio e defender as nossas maravilhosas empresas perante o público internacional. Apesar dos desafios dos últimos anos, acredito sinceramente que a criatividade, agilidade e inteligência empresarial do nosso setor prevalecerão e que a consciência social das nossas empresas britânicas e a força laboral do setor de moda nos ajudarão a ser mais fortes do ponto de vista criativo, mas também de forma sustentável.”

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.