Santaconstancia apresenta linha de tecidos ecológicos

A Santaconstancia, em parceria com as marcas Lenzing, produtora dos fios Modal® e Tencel®, Ichimura Sangyo C. produtora de poliéstereco amigável feito a partir da resina Apexa®, que em condições adequadas possibilita compostagem da malha em seu descarte final, e Rodhia, uma empresa do grupo Solvay®, lança o CO2 Control.

O novo grupo de tecidos é considerado amigável ao corpo humano e ao meio ambiente por ter como proposta o controle das emissões de gases e a diminuição do consumo de energia nas diferentes fases da cadeia produtiva no setor têxtil.

Jolie®, Pele de Ovo®, Pele de Ovo Mescla®, Pele de Anjo®, Pele de Anjo Mescla®, Malha Tricô®, CO2NA®, Celui®,Rustic® e Light-(CO2)® estão dentro do conceito CO2 Control.

Segundo a marca, o tecido Jolie® (composto de fios modal®) e os tecidos Pele de Ovo®, Pele de Ovo Mescla®, Pele de Anjo®, Pele de Anjo Mescla® (compostos de fio micromodal®) têm suas fibras fabricadas dentro dos padrões ambientais e cumprem os requisitos do programa Carbono Neutro.

Já o tecido CO2NA® tem em sua composição liocel® com o poliéster eco-amigável, sendo 100% compostável, ou seja, torna-se adubo nos solos, evitando a poluição e contribuindo para o meio ambiente. Além disso, a malha tem em seu processo industrial um amaciante natural e biodegradável com extratos de vitamina E, aloe vera e jojoba, que proporcionam um contato natural com a pele.

A Santaconstancia também afirma que neste ano tornou-se a primeira empresa mundial autorizada a identificar seus tecidos e malhas de linho com a etiqueta European Flex, que comprova qualidade do linho e o respeito à natureza. Os tecidos Celui® e Rustic® recebem esse selo.

Por fim, o Light-(CO2)® é o lançamento de 2014 e foi desfilado, durante a última SPFW, na coleção de Ronaldo Fraga (foto acima). Este tecido é 100% reciclável e biodegradável, decompondo-se rapidamente após ser descartado em aterros sanitários.

As propriedades do Light-(CO2)® permitem fácil manuseio e são eco, pois dispensam amaciantes na lavagem, secam rapidamente, sem precisar do ciclo de centrifugação, e não apresentam a necessidade de se passar os tecidos, atitudes que representam uma economia de água e energia.

Fotos: Divulgação

Copyright © 2019 UseFashion. Todos os direitos reservados.

TêxtilIndústria
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER