×
894
Fashion Jobs
keyboard_arrow_left
keyboard_arrow_right

Sandro, Maje, Claudie Pierlot: lucro semestral multiplicado por 30

Por
AFP
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
today 5 de set de 2018
Tempo de leitura
access_time 2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

A casa-mãe das marcas de prêt-à-porter Sandro, Maje e Claudie Pierlot (SMCP) divulgou na terça-feira um lucro no primeiro semestre de 2018 trinta vezes superior ao divulgado no ano anterior, um "desempenho muito bom" que lhe permite confirmar os seus objetivos anuais. No primeiro semestre, o resultado líquido consolidado do grupo subiu de 1,1 milhão de euros no ano passado para 27,4 milhões de euros este ano, segundo um comunicado.


Campanha Sandro outono-inverno 2018 - Sandro


Além do bom desempenho operacional, este salto no lucro líquido explica-se também pela descida nos encargos excepcionais em relação ao primeiro semestre de 2017, quando o grupo preparava a sua entrada em bolsa, que se concretizou em outubro passado. As suas despesas financeiras também caíram quase 20 milhões de euros num ano, refletindo a "redução significativa no endividamento do grupo", pode ler-se no comunicado.
 
O excedente bruto de exploração (EBITDA) ajustado aumentou 14,8% para 83,9 milhões de euros ao longo de um ano, "impulsionado por um crescimento dinâmico das vendas e pelo aumento da margem". A margem EBITDA ajustada aumentou de 16,7% para 17%, "demonstrando a capacidade do grupo de gerar crescimento rentável".

Para a SMCP, este aumento da rentabilidade explica-se pela "crescente contribuição das vendas online e da Ásia, bem como pelo controle rigoroso das despesas administrativas e outros encargos, mantendo o ritmo de investimento para apoiar o crescimento futuro".
 
No final de julho, a SMCP publicou um aumento de quase 13% no volume de negócios no segundo trimestre. Nos primeiros seis meses do ano, subiu para 493,3 milhões de euros, em alta de 12,4%, "impulsionado por um notável crescimento internacional", revelou a empresa. 

O grupo manteve, portanto, os seus objetivos anuais, que havia aumentado no final de julho: ainda espera um crescimento anual de vendas "superior a 13%" a taxas de câmbio constantes e uma margem EBITDA “de cerca de 17%".
 
"A SMCP conseguiu novamente resultados muito bons neste semestre, com destaque para um crescimento de dois dígitos em todas as suas marcas, uma forte rentabilidade e a continuação da redução da sua dívida", disse o diretor-geral, Daniel Lalonde, citado no comunicado. 

Para explicar estes números, o dirigente destacou o sucesso da “abordagem e-commerce [NR: que chegou a quase 15% do total das vendas] e a abertura de novas lojas [NR:114 nos últimos doze meses] em localizações altamente atrativas", bem como "a criatividade e o talento” das equipas do grupo em todo o mundo.
 
Evelyne Chetrite e Judith Milgrom fundaram, respectivamente, a Sandro e a Maje em Paris em 1984 e em 1998 e continuam a garantir a direção artística. A marca Claudie Pierlot, fundada em 1984 pela designer homônima, foi adquirida pelo grupo SMCP em 2009.

Copyright © AFP. Todos os direitos reservados. A Reedição ou a retransmissão dos conteúdos desta página está expressamente proibida sem a aprovação escrita da AFP.