×
Por
AFP
Publicado em
2 de fev. de 2017
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Salvatore Ferragamo: vendas em alta de 1% em 2016

Por
AFP
Publicado em
2 de fev. de 2017

O grupo de luxo italiano anunciou terça-feira, 31, ter registrado um crescimento de 1% do seu volume de negócios consolidado em 2016, com 1.43 bilhão de euros. Com taxas de câmbio constantes, as vendas exibiram recuo de 2% em um ano.

Salvatore Ferragamo - Outono-Inverno 2018 - © PixelFormula


Apenas no quarto trimestre, o crescimento atingiu 4% e 1% com taxas de câmbio constantes.
 
A região Ásia-Pacífico segue como o principal mercado do grupo, com 36% das suas vendas em 2016. Nesta mesma região, o costureiro viu seu volume de negócios de 1%, mesmo com um salto de 4% no quarto trimestre, e isso, sublinha o grupo, apesar "de uma atividade ainda fraca em Hong Kong". No Japão, as vendas permaneceram estáveis no ano, mas aumentaram 3% no quarto trimestre.

Elas avançaram mais de 4% na América do Norte (+7% no último trimestre) e 6% na América Central e do Sul (+12% nos três últimos meses do ano).
 
As vendas caíram, por outro lado, 4% na Europa (-2% no 4º trimestre), em razão de menores fluxos turísticos sob o impacto dos atentados.
 
A casa de moda florentina lançou em 2016 um profundo processo de reorganização. Primeiro mudando de diretor-geral: a Salvatore Ferragamo é dirigida desde agosto por Eraldo Poletto, que substituiu Michele Norsa, à frente do grupo há 10 anos. Eraldo Poletto era anteriormente diretor-geral da empresa marroquinaria italiana Furla, da qual ele favoreceu a internacionalização. Sua vice-diretora-geral Sofia Ciucchi também deixou a casa de moda nos fins de setembro.
 
Outra mudança notável: o grupo anunciou em março a saída do seu diretor de criação, Massimiliano Giornetti, explicando querer "aproveitar esta oportunidade para rever (sua) abordagem criativa".
 
A casa de moda nomeou desde então Fulvio Rigoni para diretor criativo da sua coleção de prêt-à-porter feminino, Guillaume Meilland diretor criativo da sua coleção de vestuário masculina e o calçadista Paul Andrew para diretor criativo da sua divisão de calçados femininos.

Copyright © AFP. Todos os direitos reservados. A Reedição ou a retransmissão dos conteúdos desta página está expressamente proibida sem a aprovação escrita da AFP.