×
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
14 de mai. de 2020
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Salvatore Ferragamo registra prejuízo líquido de 41 milhões de euros no primeiro trimestre

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
14 de mai. de 2020

Além da queda nas vendas, a crise do coronavírus teve um impacto negativo na lucratividade da Salvatore Ferragamo. Depois de ter melhorado em 2019, após dois anos difíceis, a marca italiana de luxo registrou um prejuízo líquido de 41,4 milhões de euros no primeiro trimestre, em comparação com um lucro líquido de 11 milhões de euros no mesmo período de 2019.


A crise do coronavírus teve um impacto negativo nos resultados da marca italiana. - Salvatore Ferragamo


O lucro antes de impostos da marca passou de 15 milhões de euros no primeiro trimestre de 2019 para -48 milhões de euros. Além disso, a empresa teve a um prejuízo operacional (EBIT) de 36,3 milhões de euros durante o período, ante um lucro operacional de 21,1 milhões no ano anterior.

Quanto ao resultado operacional bruto (Ebitda), este diminuiu 82,2%, passando de 65 milhões de euros para 11,5 milhões em um ano, enquanto sua margem bruta foi de 130 milhões no primeiro trimestre, o equivalente à uma queda de 35,1%, atingindo 58,7% no faturamento, ante 63,3% no ano anterior.

Em abril, a Salvatore Ferragamo anunciou que havia sofrido uma queda significativa de 30,6% no volume de negócios entre janeiro e março de 2020, para 220 milhões de euros (-31,4% à taxa de câmbio constante).

Devido à crise do coronavírus, a marca precisou reduzir seus investimentos e retirar suas previsões para o ano, mas, confirmou seus objetivos de médio e longo prazo para continuar seu reposicionamento. 

“Diante da incerteza resultante da rápida evolução do coronavírus e o difícil prognóstico em relação à resolução da crise em escala global, a administração não pode fornecer previsões sobre o desempenho das vendas nos diversos mercados e redes de distribuição para o ano em curso", afirmou a companhia em comunicado.

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.