×
Por
AFP
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
31 de jan. de 2022
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Salvatore Ferragamo: receita cresce quase 30% em 2021

Por
AFP
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
31 de jan. de 2022

A marca de luxo italiana Salvatore Ferragamo registrou um aumento de 29,6% no seu volume de negócios em 2021, refletindo a recuperação da sua atividade após um ano de 2020 marcado pela pandemia de Covid-19.


ferragamo.com


No quarto trimestre, as vendas subiram 20,8%, graças ao bom desempenho da América do Norte e do comércio online
 
As receitas (excluindo perfumes) atingiram 1,13 bilhão de euros em 2021. O calçado e os produtos de couro representam 43% e 44% do total, respectivamente. As vendas do varejo cresceram 17,1% no quarto trimestre, superando os níveis anteriores à pandemia. O negócio online da Ferragamo está em pleno crescimento, com + 41,3% na receita em 2021.

A Ásia-Pacífico, o principal mercado do grupo, viu o seu volume de negócios crescer 17,3% no ano passado. Na China, as vendas de varejo aumentaram 9,4% a taxas câmbio constantes e na Coreia do Sul 13,6%.
 
A zona da Europa-Médio Oriente-África, que continua penalizada pelo fechamento de lojas e pelos fluxos turísticos limitados, registrou um aumento de 21,2% na receita, após uma forte queda em 2020. No quarto trimestre, o aumento foi de 29,7% a taxas de câmbio constantes.

A América do Norte viu as vendas saltarem 71,5% em 2021 e as da América Central e do Sul aumentaram 37,3%.
 
A Salvatore Ferragamo anunciou em novembro um lucro líquido de 40 milhões de euros nos primeiros nove meses do ano, graças à recuperação das suas vendas na Ásia e nos Estados Unidos.

Copyright © AFP. Todos os direitos reservados. A Reedição ou a retransmissão dos conteúdos desta página está expressamente proibida sem a aprovação escrita da AFP.