×
680
Fashion Jobs

Safilo e Kering renovam acordo de licenciamento para os óculos Gucci

Publicado em
today 7 de out de 2019
Tempo de leitura
access_time 2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

O grupo de luxo, Kering, e a empresa italiana especializada em óculos, Safilo renovaram o contrato para a produção dos óculos da marca Gucci, que faz parte do portfólio da Kering. O contrato será prorrogado por mais três anos a partir de janeiro de 2021. 


@gucci


Na semana passada, as ações da Safilo fecharam em alta de quase 12% com a especulação de que Kering estaria interessada em comprar a empresa italiana. A presença do ex-CEO da Safilo, Roberto Vedovotto, no topo da divisão de óculos da Kering também reforça a especulação sobre o interesse da Kering.

Para os analistas da Bernstein, a compra da Safilo "faria sentido" porque a divisão de óculos Kering está crescendo rapidamente e teria todo o interesse em assumir a capacidade de produção na Itália. Além disso, para o grupo francês, não seria uma grande despesa, pois a empresa italiana (de propriedade do fundo holandês Hal), valeria "apenas" 317 milhões de euros no mercado de ações.

Aconteceram muitas mudanças no setor de óculos nos últimos tempos, a empresa italiana Luxottica, de Leonardo Del Vecchio, se juntou com a Essilor em 2018, e em 2017 foi criada a joint venture Thelios, entre LVMH e Marcolin. 

Analistas estimam que o setor de óculos irá crescer nos próximos anos, principalmente devido ao aumento da demanda por luxo em mercados dinâmicos, como a Ásia e os países emergentes.

A nova parceria de três anos entre Kering e Safilo começará em janeiro de 2021, em continuidade com o contrato anterior. Sobre a renovação do contrato, os dois grupos explicaram que "consolidaram uma relação de confiança mútua".

Nos últimos anos, a Safilo enfrentou uma série de dificuldades, incluindo o término do contrato de licença envolvendo a produção dos óculos da marca francesa Dior, que a LVMH transferiu para sua joint-venture com a Marcolin, Thelios.

Copyright © 2019 ANSA. Todos os direitos reservados.