×
Por
Terra
Publicado em
17 de fev. de 2010
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Rock, brilho e pele predominam nos desfiles de Nova York

Por
Terra
Publicado em
17 de fev. de 2010

Se em fevereiro do ano passado, a atmosfera dos desfiles de moda da Nova York era tensa e austera, por causa da crise instalada no mundo a partir de setembro de 2008, este inicio de temporada de inverno chegou com a sombra da morte precoce de Alexander McQueen, ocorrida na quinta-feira (11). No painel que anuncia as atrações do Bryant Park, uma das frases fazia referência ao estilista inglês.

Nas passarelas, o inverno que começa a ser ditado pelas grifes internacionais parece manter a pegada rock'n'roll, misturada a brilhos, peles e sobreposições, por vezes assimétricas. Nas cores, tons sóbrios, como preto, muito cinza, marrom e algumas pitadas de vermelho, amarelo e nude.

A modelagem pode ser mais ampla, com pelerines, casacos e calças de gancho baixo. Lá como aqui, botas vestem os pés e pernas, que também ganham a companhia de meias, peças-chave para a estação. Nos comprimentos, curtos ou pelo joelho. Bermudas também marcaram presença.

Outros
A semana de moda de Nova York contou também com a apresentação de lingerie La Perla, com muita renda e tons também sóbrios, do preto ao cinza-claro.


La Perla desfilou lingeries com renda em tons sóbrios


Já 17 celebridades, entre elas Joan Collins, Heidi Klum, Stelle, vestiram vermelho no tradicional desfile da campanha The Heart Truth Red Dress, que tem como objetivo alertar as mulheres para a saúde do coração.

Marc Jacobs, Zac Posen e Donna Karan, Stephane Rolland e John Galliano foram alguns dos estilistas que desenharam os vestidos vermelhos, símbolo da campanha, que começou em 2002. Na sexta, o estilista Michael Angel desfila com calçados da brasileira Schutz e joias de Ana Khouri.

Rosângela Espinossi

Copyright © 2021 Terra. Todos os direitos reservados.