×
Por
Reuters API
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
24 de mar. de 2022
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Richemont vende sua participação de 20% na relojoaria suíça Greubel Forsey

Por
Reuters API
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
24 de mar. de 2022

O grupo suíço especializado em artigos de luxo, Richemont, vendeu toda a sua participação de 20% na relojoaria suíça Greubel Forsey, de acordo com documentos apresentados na quinta-feira, 24 de março.


DR


A Greubel Forsey disse em comunicado que 100% das ações da marca agora são de propriedade dos acionistas fundadores Robert Greubel e Stephen Forsey, bem como do CEO Antonio Calce, a partir de 18 de março.
 
Fundada em 2004, a Greubel Forsey é especializada em relógios muito elaborados. Em 2006, vendeu uma participação de 20% para a Richemont, proprietária da Cartier e de outras marcas de luxo. A Richemont continuou a deter essa participação durante o ano fiscal até maio de 2021, de acordo com os relatórios anuais do grupo.

"Esta independência permitirá à Greubel Forsey definir os próximos estágios de desenvolvimento e maturidade com total liberdade", disse Calce, CEO da Greubel Forsey, no comunicado.
 
Um porta-voz da Richemont confirmou a transação, mas não deu mais detalhes.
 
Em um movimento similar, em janeiro, o grupo de luxo francês Kering anunciou a venda de suas marcas de relógios de luxo Girard-Perregaux e Ulysse Nardin para a atual administração.

© Thomson Reuters 2022 All rights reserved.