×
Publicado em
25 de mai. de 2020
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Riachuelo interrompe a fabricação da coleção de inverno e aposta em itens 'mais leves' para reaberturas

Publicado em
25 de mai. de 2020

Dona da Riachuelo, a Guararapes encerrou o primeiro trimestre com prejuízo líquido consolidado de R$ 47,5 milhões, frente a um lucro líquido de R$ 29,3 milhões registrados um ano antes. O comando do grupo informou, em teleconferência com analistas, que interrompeu a fabricação da coleção de inverno em suas unidades fabris em março. A companhia vai apostar na venda de itens “mais leves” após as reaberturas.


Loja da Riachuelo no Morumbi Shopping - Reprodução site Morumbi Shopping


A empresa não terá coleção de roupas para a temporada do terceiro trimestre. A próxima coleção a ser lançada será para atender à demanda de fim de ano, com foco no alto-verão.

Segundo Oswaldo Nunes, CEO da Riachuelo, com a produção local, a companhia consegue ficar mais próxima da demanda real dos consumidores. Ele explicou que o fluxo de produção de saída das fábricas até a chegada às lojas é de, em média, 5 dias para os pontos comerciais do Nordeste, onde estão as fábricas, e de mais alguns dias até os produtos chegarem ao Sudeste.

A empresa também pretende estocar a coleção de inverno não vendida pelo on-line e nas lojas reabertas para 2021. A companhia ainda informou que gouve uma forte alta na demanda da coleção de moda para casa.

A receita líquida consolidada no primeiro trimestre subiu 0,1% entre os dois períodos, de R$ 1,622 bilhão para R$ 1,624 bilhão. O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) teve queda de 46,4% entre o primeiro trimestre de 2019 e o deste, para R$ 101,1 milhões.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.