×
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
10 de mai. de 2019
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Revlon reduz prejuízo no primeiro trimestre

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
10 de mai. de 2019

A empresa americana de beleza, Revlon Inc., anunciou na quinta-feira (9) que registrou queda nas vendas líquidas durante o primeiro trimestre encerrado em 31 de março, mas ressaltou que tanto a sua marca homônima, como a Elizabeth Arden tiveram um forte crescimento na receita, reduzindo o prejuízo líquido.


As marcas Revlon e Elizabeth Arden mostraram forte crescimento nas vendas, de 7,9 e 5,4%, respectivamente. - Revlon


O grupo de cosméticos de New York disse que as suas vendas líquidas diminuíram 1,3% para 553,2 milhões de dólares no primeiro trimestre, ante 560,7 milhões no mesmo período do ano passado. À taxa de câmbio constante, as vendas líquidas aumentaram 13 milhões de dólares, ou 2,3%.

A empresa explicou em comunicado que tanto a Revlon como a Elizabeth Arden registraram forte crescimento nas vendas, de 7,9 e 5,4%, respectivamente, compensado pela deterioração da seu portfólio de marcas e o segmento de fragrâncias, que sofreram queda de 12,9 e 15,4%, respectivamente.

A diretora geral da Revlon, Debra Perelman, elogiou os resultados da companhia, em particular da marca homônima, que registrou queda de dois dígitos nas vendas no quarto trimestre de 2018. As vendas da Revlon no mercado interno cresceram 14,6% no primeiro trimestre, enquanto a receita da Elizabeth Arden caiu 2,4%. Internacionalmente, no entanto, a Revlon registrou aumento de 1,1%, e a Elizabeth Arden de 8,2%.

"Estamos animados com a resposta positiva dos consumidores para novos produtos introduzidos no primeiro semestre de 2019”, acrescentou Debra Perelman. "Nossas áreas de foco estratégico: comércio eletrônico, cuidados para a pele de Elizabeth Arden, China e varejo de viagem continuaram dando bons resultados e, graças à um resultado operacional melhor, conseguimos obter crescimento do EBITDA ajustado pelo terceiro trimestre consecutivo" ressaltou a executiva.

O EBITDA ajustado foi de 38,8 milhões de dólares, comparado a 4,2 milhões de dólares no ano passado. O prejuízo líquido foi de 75,1 milhões de dólares no primeiro trimestre, inferior aos 90,3 milhões incorridos registrados no mesmo período do ano passado. A Revlon atribuiu a melhora de 16,8% à menores perdas operacionais.

As ações da Revlon aumentaram mais de 4% após o anúncio dos resultados.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.