×
Por
Reuters API
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
6 de jun. de 2017
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Retomada do mercado indiano de diamantes compensa a desaceleração do mercado americano

Por
Reuters API
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
6 de jun. de 2017

As vendas de jóias de diamantes na India estão se recuperando depois de uma queda de quase 9% no ano passado, enquanto a demanda no maior mercado, o dos Estados Unidos, reduziu em 2017, em em linha com um crescimento econômico moderado, informou a De Beers. 


Archiv


Em 2016, a demanda por jóias de diamantes, globalmente estável, registrou 80.000 milhões de dólares (62.000 milhões de libras), mascarado por um crescimento de 4,4% nos Estados Unidos e uma queda de 8,8% na Índia, onde vendas foram interrompidas por uma greve por joalheiros e uma decisão do governo de retirar notas de alto valor.

A principal mineradora, Anglo American, conta com seu negócio com a De Beers, maior produtor mundial de diamantes por valor, para proteger seu portfólio da volatilidade do mercado de matérias-primas, já que os diamantes tendem a manter o valor quando as matérias-primas básicas baixam o preço.

Enquanto o foco tradicional da De Beers é diamante bruto, o grupo está desenvolvendo sua presença no mercado de varejo de diamantes de alta margem através da rede de varejo De Beers Diamond Jewelers e da marca de diamante high-end, Forevermark, que registrou vendas no varejo de cerca de  750 milhões de dólares em 2016.

O presidente executivo da Forevermark, Stephen Lussier, disse que até agora, os sinais mostravam que as tendências do ano passado estavam se revertendo.

Na Índia, terceiro maior mercado, as vendas de diamantes da Forevermark se recuperaram em cerca de 70% em relação ao ano anterior, após o término de uma greve de jóias de 19 dias e a retirada de notas de vendas de alto valor limitado.

Mesmo considerando que a recuperação era de uma base excepcionalmente baixa, Lussier disse em uma entrevista por telefone que a Forevermark estava superando as performances em um mercado de diamantes amplamente estável.

Sem mencionar números, o presidente executivo da Forevermark também assegurou que o mercado de diamantes nos Estados Unidos diminuiu ligeiramente este ano, pois o crescimento econômico esperado ainda não se materializou. 
 

© Thomson Reuters 2021 All rights reserved.