×
Publicidade
Por
Terra
Publicado em
23 de fev. de 2011
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Rainhas loucas e dálmatas nas passarelas de Londres

Por
Terra
Publicado em
23 de fev. de 2011

As apresentações de Vivienne Westwood nunca passam em branco nas semanas de moda. Não foi diferente no terceiro dia de desfile de Londres, no qual ela mostrou sua segunda linha, a Red Label (a marca principal é desfilada em Paris). E como a realeza está no foco das atenções nesta temporada, a inglesa de 69 anos mirou seu olhar para ela, claro, de modo pessoal e divertido. Mas o estilo clássico inglês não foi deixado de lado pelas o outras grifes, ainda que algumas outras loucuras tenham surgido aqui e ali na passarela.


Desfile de Vivienne Westwood. Foto: Pixel Formula


Westwood não tem em mente desenhar o vestido de noiva da futura princesa nem vestir os convidados para a festa. A realeza em que se inspirou foram as rainhas loucas de Lewis Carroll, como a Rainha Vermelha e a Rainha Branca. Para isso, cabelos e maquiagem distorcidos e exagerados foram o ponto alto da apresentação, que trouxe uma grande variedade de peças. Paletós,vestidos curtos, shorts tipo boxer, tecidos dourados, drapeados, xadrezes e listrados se misturavam na passarela.

No quesito loucura, o cabeleireiro/peruqueiro Charlie Le Mindu trouxe suas criações bizarras para a cabeça com um apelo contra a violência, valendo até uma modelo sem roupa, mas com o corpo coberto de tinta vermelha lembrando sangue escorrendo. Ele mesmo, no final da apresentação, entrou com um avental ensanguentado.


Mais meiga foi a apresentação da Unique, que reúne estilistas da rede de lojas Topshop, com casacos e estampas que remetem aos 101 Dálmatas e suas manchas pretas sobre branco.


Desfile da Unique. Foto: Pixel Formula.


Clássicos
A tradicional marca Mulberry, de 40 anos, levou um cachorro de verdade para a passarela, na coleira ao lado de uma das modelos. Mas apenas isso de exagero. A moda apresentada veio com vestidos pelos joelhos ou saias longas, em tons comobege, marrom e verde, numa mistura de tecidos leves e mais pesados, como um casaco de pele. Mais uma vez, cintura marcada com cintinhos finos esteve em evidência.

A cintura destaca por cintos foi o mote da apresentação de Margaret Howell, tanto em seus casacos clássicos quanto nas blusas, saias e vestidos. Tudo acompanhado dechapéus, acessório que parece se firmar no cenário fashion.


Rosângela Espinossi

Copyright © 2021 Terra. Todos os direitos reservados.