×
162
Fashion Jobs
CAEDU
Analista de Produtos Financeiros pl
Efetivo - CLT · São Paulo
PUMA
Key Account Manager
Efetivo - CLT · São Paulo
CAEDU
Analista de Controladoria pl
Efetivo - CLT · São Paulo
AMARO
Retail - HR Business Partner
Efetivo - CLT · São Paulo
VIVARA
Aprendiz Comercial - Shopping Cidade de São Paulo
Efetivo - CLT · São Paulo
VIVARA
Aprendiz Comercial - Center Shopping Uberlândia
Efetivo - CLT · Uberlândia
VIVARA
Aprendiz Comercial - Shopping Del Rey
Efetivo - CLT · Belo Horizonte
VIVARA
Aprendiz Comercial - Shopping Uberaba
Efetivo - CLT · Uberaba
AMARO
Compliance Analyst
Efetivo - CLT · SÃO PAULO
MARISOL
Assistente Administrativo i - Jurídico
Efetivo - CLT · Jaraguá do Sul
MARISOL
Analista de RH Pleno - Remuneração e Benefícios
Efetivo - CLT · Jaraguá do Sul
CAEDU
Analista de Processos sr
Efetivo - CLT · São Paulo
CAEDU
Aprendiz
Efetivo - CLT · Pindamonhangaba
MARISOL
Técnico de Suporte i - Infraestrutura
Efetivo - CLT · Jaraguá do Sul
YOUCOM
Assistente de Marketing | Youcom
Efetivo - CLT · Porto Alegre
CAEDU
Operador de Loja
Efetivo - CLT · São Paulo
AMARO
Assistente de Expansão e Finanças
Efetivo - CLT · São Paulo
AMARO
Erp Support Analyst
Efetivo - CLT · São Paulo
L'OREAL GROUP
Executivo de Contas Canal Indireto Curitiba
Efetivo - CLT · San Marcos
YOUCOM
Consultor de Vendas
Efetivo - CLT · Curitiba
AMARO
Assistente de Operações de RH
Efetivo - CLT · São Paulo
MARISOL
Consultor de Expansão - São Paulo pj
Efetivo - CLT · São Paulo
Por
Reuters API
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
8 de mai de 2020
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Puma diz que prevê um segundo trimestre ruim e retomada do crescimento em 2021

Por
Reuters API
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
8 de mai de 2020

Diante do fechamento das lojas provocado pela pandemia de Covid-19, a empresa alemã de roupas esportivas, Puma, estima que os resultados do segundo trimestre sejam piores do que os do primeiro.


DR


A Puma disse que espera que todos os mercados se recuperem até o final do ano e que o crescimento retome em 2021. Segundo a empresa, a crise fez muitas pessoas praticarem mais esportes e reforçou a tendência do vestuário mais casual.

As vendas do primeiro trimestre caíram 1,3%, ajustadas pela moeda, para 1,3 bilhão de euros, enquanto o lucro operacional caiu 50%, para 71,2 milhões de euros, em comparação com as previsões médias de analistas de 1,26 bilhão de euros e 74 milhões de euros, respectivamente.

Analistas disseram esperar que a Puma se mostre mais resiliente na crise do coronavírus do que sua rival alemã Adidas, que divulgou no mês passado uma queda de 19% nas vendas no primeiro e também alertou para um pior segundo trimestre.

As vendas da Puma caíram 12% na região Ásia-Pacífico no primeiro trimestre, mas ainda conseguiram crescer 3,5% na Europa, Oriente Médio e África, e +3,1% nas Américas, considerando que os bloqueios devido ao coronavírus só começaram na região em março.

A Puma, que já propôs no mês passado que suspenderia seus dividendos devido à pandemia, afirmou ter garantido uma nova linha de crédito de 900 milhões de euros, incluindo 625 milhões do banco estatal alemão KfW.

A empresa afirmou que os negócios estão se recuperando na Ásia, especialmente na China e Coreia do Sul, com algumas lojas reabrindo na Europa, mas a distribuição continua quase totalmente fechada nas Américas.

O comércio eletrônico da marca registrou crescimento de cerca de 40% no primeiro trimestre e continua se expandindo muito rapidamente, mas não pode compensar a perda de vendas nas lojas, disse a Puma.

© Thomson Reuters 2021 All rights reserved.