×
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
28 de jul. de 2022
Tempo de leitura
3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Puig aumenta participação na colombiana Loto del Sur

Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
28 de jul. de 2022

A empresa espanhola assume o controle da marca de cosméticos naturais fundada em 1999 por Johana Saint. Uma expansão estratégica  que acontece depois da Puig ter adquirido uma participação minoritária do negocio colombiano em 2019. Os detalhes financeiros da operação não foram revelados.


Loto del Sur


Como detalhou a empresa liderada por Marc Puig, o objetivo da aquisição consiste em manter o "compromisso de impulsionar  liderança" da empresa cosmética nos países latino-americanos, a tempo de apoiar o crescimento internacional. Assim, a Puig prevê abrir uma primeira loja da Loto del Sur em Madri e entrar no mercado americano com um estabelecimento em Miami. Na América Latina, entre os planos da empresa está reforçar a presença da firma premium no México e Chile. Atualmente, a Loto del Sur opera através da sua própria loja online e de 21 boutiques físicas na Colômbia.

Em maio, sobre a sua aliança com o grupo de moda, cosméticos e perfumes com sede em Barcelona, Johana Sanint, fundadora da empresa, disse ao fashionnetwork.com: "A Puig está interessada na construção de marcas a longo prazo. O mais valioso é saber que o projeto transcenderá a minha pessoa e haverá equipes que darão continuidade à marca no futuro". Por enquanto, a empreendedora seguirá à frente da marca como conselheira delegada e o grupo Puig não prevê "mudanças no modelo de negócio da empresa", baseado na distribuição através das suas próprias lojas.

No é a primeira vez que o grupo espanhol faz investimentos em marcas. No final do mês de maio, adquiriu uma participação majoritária na marca de cosméticos de luxo sueca, Byredo. Fontes do setor estimaram que a transação totalizou 1 bilhão de euros. Um número considerável que a Puig também desembolsou em 2020, quando adquiriu uma participação majoritária na marca de maquiagem britânica Charlotte Tilbury. E, em setembro de 2021, a marca chinesa de perfumes Scent Library passou a fazer parte do catálogo de marcas da empresa.

Assim, o compromisso com a marca nascida em Bogotá sublinha mais uma vez as ambições da Puig de continuar a expandir seu portfólio, especialmente nas categorias de maquiagem e dermocosméticos. Coincidindo com a apresentação dos seus resultados anuais, a empresa catalã sublinhou a sua intenção de continuar "à procura de oportunidades que coincidam com os objetivos estratégicos da empresa".
 
Fundada em Barcelona em 1914, a Puig opera nas categorias de moda, fragrância, maquilagem e dermocosméticos com uma vasta gama de marcas como Carolina Herrera, Nina Ricci, Paco Rabanne, Jean Paul Gaultier, Dries Van Noten, Penhaligon's e L'Artisan Parfumeur. A empresa também possui licenças como Christian Louboutin e Comme des Garçons Parfums, bem como fragrâncias de estilo de vida como Adolfo Dominguez, Antonio Banderas, Shakira e Benetton.
 
Presente em 150 países, a Puig fechou 2021 com um aumento de 27% do volume de negócios em relação a 2019 para 2585 milhões de euros. Para o atual exercício financeiro, a empresa espera atingir vendas de 3 bilhões de euros e um EBITDA de 500 milhões de euros.
 

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.