×
861
Fashion Jobs
CAEDU
Gerente de Grupo Produto - Infantil
Efetivo - CLT · São Paulo
CAEDU
Supervisor de Vendas - Barueri
Efetivo - CLT · Barueri
STUDIO Z
Coordenador de Planejamento Comercial
Efetivo - CLT · FLORIANÓPOLIS
GRUPO MEIA SOLA
Gerente de Marketing
Efetivo - CLT · FORTALEZA
GRUPO BOTICARIO
Executivo de Vendas ii (São Paulo)
Efetivo - CLT · São Paulo
LULITEX COM IMP EXP LTDA
Auxiliar Comercial
Efetivo - CLT · SÃO PAULO
GRUPO LUNELLI
Analista de Gestão de Pessoas Pleno - Treinamento e Desenvolvimento
Efetivo - CLT · Guaramirim
GRUPO LUNELLI
Analista de Gestão de Pessoas - Assistente Social
Efetivo - CLT · Guaramirim
GRUPO BOTICARIO
Supervisor(a) de Lojas - Quem Disse, Berenice?
Efetivo - CLT · Belo Horizonte
CAMICADO
Supervisor de Vendas e Operação de Loja - Brasília
Efetivo - CLT · Brasília
RENNER
Encarregado de Logistica E-Commerce
Efetivo - CLT · Rio de Janeiro
GRUPO BOTICARIO
Supervisor(a) de Lojas - o Boticário
Efetivo - CLT · Belo Horizonte
GRUPO BOTICARIO
Product Owner E-Comm
Efetivo - CLT · Curitiba
IBRANDS
Líder de Logística
Efetivo - CLT · SÃO PAULO
GRUPO BOTICARIO
Analista Gestão de Riscos Csc pl
Efetivo - CLT · Curitiba
AVON
Comprador Sênior
Efetivo - CLT · São Paulo
AVON
Comprador Sênior
Efetivo - CLT · São Paulo
RENNER
Supervisor de Vendas| Sobral Shopping - ce
Efetivo - CLT · Sobral
RENNER
Supervisor de Vendas | Rio Verde
Efetivo - CLT · Rio Verde
RENNER
Supervisor de Vendas| Imperial Shopping - Imperatriz ma
Efetivo - CLT · Imperatriz
RENNER
Supervisor de Vendas| Shopping Golden Calhau - São Luís
Efetivo - CLT · São Luís
RENNER
Supervisor de Vendas| São Luís Shopping
Efetivo - CLT · São Luís

Procon revela os e-commerces com maior número de reclamações

Publicado em
today 25 de out de 2016
Tempo de leitura
access_time 2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Comprar pela Internet é uma das coisas mais práticas da vida moderna. Mas quando existe algum problema na entrega, as vezes a dor de cabeça é ainda maior.  Na última semana, a Fundação Procon-SP, órgão vinculado à Secretaria da Justiça e Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo, elaborou um ranking com as empresas de comércio eletrônico mais reclamadas no período de janeiro a agosto de 2016.

O Procon-SP divulgou seu primeiro ranking dos e-commerces mais reclamados no período de janeiro a agosto deste ano. Confira!


A primeira posição ficou com a Cnova Comércio Eletrônico, responsável pelos sites do Extra, Ponto Frio, Casas Bahia, Barateiro, e-Hub e Cdiscount, com 4.960 reclamações registradas. No mesmo período do ano passado a empresa recebeu 2.827 reclamações.

Em seguida aparece a B2W Companhia Digital, detentora dos sites Submarino, Americanas, Shoptime e Soubarato, que dobrou o número de registros em relação ao ano passado, de 580 para 1.174 reclamações.

Em terceiro lugar aparece o Magazine Luiza com 429 reclamações. No mesmo período do ano passado a marca havia registrado 490 reclamações. A quarta posição ficou com Walmart, que também registrou queda de reclamações, passando de 443 em 2015 para 343 neste ano.
A NS2.com Internet, dos sites Netshoes e Zattini, ocupa a quinta posição, passando de 134 reclamações em 2015 para 254 neste ano.

Principais problemas e soluções
A principal reclamação dos consumidores da Cnova (61%) é em relação a entrega: a não entrega e atraso na entrega do produto. Enquanto que a média do segmento para este tipo de problema é de 36%.

As empresas Cnova e B2W lideram no quesito ‘não solução dos problemas’. O índice de solução das duas empresas ficou em 73%, considerado baixo pelo Procon-SP. O índice mais próximo do desejado é do Walmart (90%), seguido por Magazine Luiza com 89% e NS2.com com 86%.

A entidade ressalta que o consumidor tem o direito de, no ato da compra, ter a informação do prazo de entrega, que deve constar no pedido e na nota fiscal. A “Lei da Entrega”, obriga as empresas a estabelecerem data e turno para a entrega de produto ou a realização de serviço ao consumidor, no Estado de São Paulo. Se o produto não for entregue no prazo estipulado o consumidor pode cancelar a compra e receber de volta os valores pagos, atualizados, e a perdas e danos.

Fonte: Consumidor Moderno

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.