×
924
Fashion Jobs
Publicidade

Presença internacional direto da China

Por
Exclusivo
Publicado em
today 14 de mar de 2013
Tempo de leitura
access_time 2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Compradores Chineses vem ao Brasil em busca de inovação e matéria-prima de qualidade.

Fortalecer a imagem internacional da matéria-prima brasileira é um dos nortes do CICB – Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil – e da Apex-Brasil – Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos –, que trouxeram, para esta edição do Projeto Comprador, realizado durante a Fimec, um seleto grupo de compradores chineses.

Duas representantes da China Leather International Association (Clia) desembarcaram no Brasil com objetivos definidos: conhecer inovações e tecnologias tupiniquins. A diretora da Clia, Wang Sipu, destaca a qualidade do produto brasileiro. “Na china, temos carência de couro acabado. O Brasil possui esta matéria-prima em abundância e de ótimo padrão”, sublinha. Além disso, Wang explica que veio prospectar novas possibilidades de negócios com base na inovação. Sobre a colaboração comercial entre Brasil e China, a dirigente da entidade que congrega os produtos chineses de couro salienta que o Brasil é a grande potência do couro e, neste quesito, a China tem muito a aprender com os brasileiros. “No segmento coureiro-calçadista, não há muita comunicação entre nossos países. Mas a nossa vinda já indica um novo rumo nesse sentido”, finaliza.

Já o proprietário da Inter Consulting (Pequim), empresa de consultoria e comércio de cabedais, Ling Ming, que está há mais de 10 anos no mercado, pontua a qualidade do produto brasileiro como o grande atrativo para sua vinda ao País. Ele explica que, através de seu trabalho de consultoria, identificou diversas empresas que desejam investir no Brasil. “Também procuro empresários brasileiros dispostos a apostar em negócios na China”, salienta.

O gerente de compras da empresa Sea Horse (Hong Kong), fabricante de móveis, Ng Wai Lun, veio em busca de matéria-prima diferenciada para a produção de sofás. “Os tecidos e couros brasileiros possuem a alta qualidade que procuro”, revela. O comprador, que já fazia negócios com empresas brasileiras, destaca que a relação entre Brasil e China deve ser de cooperação. “Somos um país grande e populoso, o Brasil também. Precisamos estreitar relações”, pontua.

Foto: Juarez Machado

Copyright © 2020 Exclusivo On Line. Todos os diretos Reservados.