×

Prada: Miuccia equilibra força e feminilidade, mas permanece misteriosa sobre Raf Simons

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
21 de fev de 2020
Tempo de leitura
3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Na tarde de quinta-feira, se foi Atlas quem segurou o mundo sobre os ombros no centro da passarela no mais recente desfile da Prada, a coleção foi por sua vez inteiramente dedicada ao poder das mulheres.


Prada - outono-inverno 2020 - Moda Feminina - Milão - © PixelFormula


Mulheres poderosas, portanto, como a própria Miuccia Prada, que recebeu um aplauso estrondoso, quase ensurdecedor, ao cumprimentar a sua audiência do fundo de um dos dois fossos dos quais saiam as modelos. Cada fosso foi equipado com uma estátua de Atlas cortada a três metros de altura, com o globo terrestre sobre os ombros.
 
"A ideia era representar o conflito entre feminilidade e força", explica Miuccia Prada após o desfile, sorvendo um gole de champagne e com uma pequena sanduíche de manteiga e anchovas na mão.

O que não a impede de se mostrar reservada, mesmo tímida, quando mencionamos os rumores segundo os quais Raf Simons será em breve contratado para desenhar as coleções da sua marca Miu Miu.
 
"Veremos: o mistério permanece. Quem sabe?", diz com um sorriso enorme.

De qualquer forma, a sua coleção para a Prada subverteu uma série de clichés da moda feminina - estampados florais, blusas transparentes, blazers "masculinos" - combinando-os de maneiras inesperadas, para revelar a uma visão inédita de feminilidade.
 
A coleção era pontilhada por casacos de um botão, de corte perfeito e com cintos, associados a saias até aos gémeos inteiramente feitas de franjas, ou ainda redingotes elegantes usados sobre saias pelo joelho, abertas até ao nível da coxa. Também se destacaram outras saias compostas de vários recortes de feltro, que pareciam algas secas. E, para os seus vestidos de cocktail, Miuccia Prada propôs vestidos tubo em micro malha translúcida, às vezes bordada com cristais brilhantes, usados com collants pretas.


Prada - outono-inverno 2020 - Moda Feminina - Milão - © PixelFormula


As modelos desfilavam com elegantes plataformas prateadas ou brancas, com saltos cónicos e frentes biseladas. Quando o inverno ficar mais difícil, a mulher Prada usará imponentes botas de esqui em couro lilás ou até mocassins em couro encerado.
 
A decoração surrealista tinha algo em comum com a do desfile de prêt-à-porter masculino Prada, em janeiro passado. O público estava empoleirado cinco metros acima da passarela, como numa arena de gladiadores. Em janeiro, o ponto central foi ocupado por uma estátua equestre: durante toda a semana, Miuccia Prada questionou-se o que poderia substituí-la.

"Colocar uma mulher a cavalo: demasiado cliché. Atlas resume bem a ideia de força. As mulheres não deveriam desviar-se dela", explica a criadora.
 
"Agora, só me falta desenhar uma coleção numa semana", brinca Miuccia, referindo-se ao seu desfile da Miu Miu, que acontecerá em Paris na terça-feira, 3 de março. Daqui a doze dias. Com ou sem a ajuda de Raf Simons.

Copyright © 2020 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.