×
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
13 de mai de 2021
Tempo de leitura
3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Prada dá início ao processo de sucessão com a entrada de Lorenzo Bertelli no conselho

Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
13 de mai de 2021

Miuccia Prada e Patrizio Bertelli (respectivamente com 72 e 75 anos) têm preparado a sua sucessão há alguns anos. Uma nova fase do processo será alcançada com a próxima renovação do conselho de administração da Prada. Em um documento arquivado na Bolsa de Hong Kong, no qual a marca de luxo italiana está cotada desde 2011, a Prada convocou uma AGM para 27 de maio. A AGM está marcada para cooptar como novo membro da direção Lorenzo Bertelli, de 33 anos, o filho mais velho do casal. Em 2015, Lorenzo Bertelli já havia aderido ao conselho de administração da Prada Holding, que detém uma participação de 80% na empresa operacional da Prada.


Lorenzo Bertelli será admitidocomo novo membro da direçãoda Prada - Foto: Prada/Brigitte Lacombe


Como foi recentemente noticiado pelo jornal italiano La Repubblica, Miuccia Prada também transferiu a propriedade da holding Ludo para os seus filhos: uma participação de 50,5% para Lorenzo e de 49,5% para o irmão mais novo Giulio. Miuccia Prada ainda tem usufruto sobre todo o capital da empresa. A Ludo controla 53,8% da Bellatrix SpA (os restantes 46,2% são detidos pelos irmãos de Miuccia, Alberto e Marina Prada Bianchi), que por sua vez tem uma participação de 65% na Prada Holding (os restantes 35% são detidos por Patrizio Bertelli).

De acordo com o documento arquivado na Bolsa de Hong Kong há, no horizonte, duas mudanças fundamentais no conselho de administração. O novo conselho incluirá Lorenzo Bertelli – o filho dos atuais CEO's Miuccia Prada e Patrizio Bertelli, que já desempenha um papel ativo no grupo – e sancionará a saída do presidente Carlo Mazzi, cujo mandato, que detém há nove anos, não será renovado. O sucessor proposto de Mazzi é Paolo Zannoni, consultor internacional da Goldman Sachs e atualmente presidente do grupo italiano de restauração Autogrill, que recentemente se demitiu do papel de presidente da Dolce & Gabbana Holding.

A nova direção da Prada será eleita em 27 de maio para um mandato de três anos, e deverá ser composta por nove membros. Além de Lorenzo Bertelli e Paolo Zannoni, espera-se incluir Marina Sylvia Caprotti, presidente executiva da gigante italiana de supermercados Esselunga, e Yoël Zaoui da empresa de consultoria M&A Zaoui & Co., um executivo de longa data da Goldman Sachs. Já na direção, a diretora criativa da editora Miuccia Prada e o seu marido Patrizio Bertelli, a diretora financeira da Prada Alessandra Cozzani, o advogado Stefano Simontacchi e o consultor financeiro Maurizio Cereda, enquanto Gian Franco Oliviero Mattei, Giancarlo Forestieri e Sing Cheong Liu deixam a direção juntamente com Carlo Mazzi.
 
Lorenzo Bertelli se formou em Filosofia pela Universidade San Raffaele de Milão em 2008. Em 2017, se juntou ao grupo familiar para supervisionar a renovação e o rejuvenescimento da longa e estabelecida Marchesi – a doceira histórica de Milão, desde 1824 – adquirida pelo grupo em 2014.

Em 2018, Lorenzo Bertelli foi nomeado diretor de Comunicações Digitais na Prada, e no ano seguinte foi promovido a diretor de Marketing. A partir de 2020, também ficou encarregado de supervisionar as políticas de RSE do grupo. No ano passado, o seu pacote de remuneração ascendeu a 186.000 euros, mais 35.490 euros adicionais em vários prêmios de desempenho.

De acordo com o mesmo documento, a remuneração de Miuccia Prada em 2020 foi de 9,08 milhões de euros, mais 27.000 euros em bônus. "A remuneração de Miuccia Prada foi determinada considerando o seu papel estratégico, nomeadamente no que diz respeito ao conceito e estilo de design criativo da marca, a sua comunicação de marca e publicidade, e a importância da sua atividade de gestão no papel de CEO e diretora executiva, o que permitiu ao grupo alcançar os seus objetivos e resultados de desempenho financeiro", indicou o documento. Patrizio Bertelli – cofundador do grupo e codiretor executivo – recebeu uma remuneração idêntica à de Miuccia Prada.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.