Portugal Fashion arranca com 37 desfiles, regressos, além das estreias

Lisboa (Lusa) – Nomes conhecidos, jovens designers e muitas marcas estão presentes no 38.º Portugal Fashion que entre a quarta e sábado exibem 37 desfiles no Porto e Lisboa e destaque ao regresso de Alexandra Moura, além da estreia de Ana Sousa.

Portugal Fashion ocorre de 16 a 19 de março - Portugal Fashion

Depois de uma digressão por passerelas internacionais, o Portugal Fashion apresenta as propostas de vários criadores para a próxima estação fria na edição nacional, que, conforme tem vindo a ser habitual, arranca em Lisboa e prossegue depois, nos três dias seguintes, no Porto, espalhando-se por diferentes edifícios da cidade.

Em antecipação à agência Lusa, a organização do evento de moda, da responsabilidade da Associação Nacional de Jovens Empresários (ANJE), destaca que haverá "um dos maiores calendários de sempre", com 37 desfiles que juntam criadores experientes, jovens designers do espaço Bloom e linhas comerciais de marcas de vestuário e calçado.

Segundo o presidente da ANJE, João Rafael Koehler "o 38.º Portugal Fashion consegue um bom equilíbrio entre moda de autor, criações para o mercado e propostas de jovens designers".

"Este sempre foi o conceito do Portugal Fashion, mas creio que, nesta edição, o programa de desfiles concretiza particularmente bem esta nossa ambição de abarcar as várias vertentes da moda", sublinhou o responsável.

Depois de nomes como Alves/Gonçalves, Nuno Baltazar e Pedro Pedro terem voltado ao Portugal Fashion, o certame fica marcado pelo regresso de Alexandra Moura, que tem apresentado coleções na Moda Lisboa e é considerada "uma das mais importantes criadoras portuguesas da atualidade".

Mas também de estreias é feita esta edição, com Ana Sousa, estilista com mais de 50 lojas espalhadas pelo mundo, e a marca de vestuário Pé de Chumbo a pisarem esta passerelle pela primeira vez.

O primeiro dia, em Lisboa, decorre no Convento do Beato, abrindo a iniciativa "de forma original e inédita na história do evento", com o projeto Arte Moda by Casa Pia, no qual são apresentados os trabalhos finais dos alunos do curso profissional técnico de Design de Moda da Casa Pia, "num desfile coletivo em que se pretende divulgar o talento dos jovens criadores formados na instituição".

Com a chegada a Norte, na quinta-feira, mantém-se a aposta na diversificação dos espaços e o CEIIA - Centro para a Excelência e Inovação na Indústria Automóvel, em Matosinhos, um espaço pouco habituado às lides da moda, recebe os desfiles de Pedro Pedro, Pé de Chumbo e Fátima Lopes, entre outros.

Na sexta-feira, e de novo na Alfândega do Porto, que tem sido o quartel-general do evento de moda nas últimas edições, será palco para nomes como Diogo Miranda, Luís Onofre, Miguel Vieira ou Carlos Gil.

Nesse mesmo dia, resultado da parceria com a Mozambique Fashion Week, chegam ao Porto as propostas da Ideias a Metro e dos jovens criadores moçambicanos Omar Adelino e Shaazia Adam.

O último dia começa com mais um novo espaço na história do Portugal Fashion - o recentemente reaberto e remodelado Museu do Carro Elétrico, que acolhe os coordenados de Luís Buchinho.

O criador apresentou este mês a sua coleção para o próximo outono/inverno em Paris.

O regresso de Alexandra Moura, as propostas de Nuno Baltazar e a estreia de Ana Sousa são os destaques do dia de encerramento, no qual decorrem os tradicionais desfiles do setor do calçado e do vestuário.

Copyright © 2019 Agência LUSA. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirDesfiles
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER