×
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
15 de jun. de 2018
Tempo de leitura
3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Pitti Uomo: a renovada seção Make encanta os visitantes

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
15 de jun. de 2018

Notícias, conforto e originalidade são os ingredientes chave para um salão de sucesso. Essa é a lição que parece estar surgindo do Pitti Uomo, que termina nesta sexta-feira. O salão de referência para a moda masculina, que agora é uma plataforma de "lifestyle", provou isso através das transformações de algumas seções que foram um grande sucesso.


O pavilhão dos "news makers", os artesãos contemporâneos do luxo - FashionNetwork.com ph DM


O novo espaço "I Go Out", dedicado ao outerwear, imerso na floresta e e em um cenário inspirado na natureza, atraiu uma multidão de visitantes.  Igualmente popular foi a seção 'Make', que desde 2016 é a vitrine dos artesãos de luxo contemporâneos e foi totalmente redesenhada com um layout novo muito original.

Os organizadores do salão florentino imaginaram uma espécie de "gabinete de curiosidades" dos tempos modernos para realmente valorizar os produtos. Localizada na extremidade da feira, no pavilhão Rondino, com a sua fachada revestida de esferas metálicas refletoras, a seção Make foi projetada pelos designers Angelo Figus e Alessandro Moradei, e chama a atenção de longe.

Uma vez dentro dela, um ambiente acolhedor e elegante com um toque surrealista recebe os visitantes. No chão, um carpete branco com gravuras de animais traça o caminho que deve ser seguido de um estande a outro. Estes, delimitados por um carpete vermelho, são separados por finas paredes brancas muito baixas, que permitem uma visão do todo.


Espaço Make - FashionNetwork.com ph DM


No centro do espaço, uma grande "livraria" com prateleiras iluminadas destaca os vários produtos expostos. Entre eles, destaca-se a oferta de muitas marcas francesas, como a empresa de artigos de couro Le Feuillet, a maison Chapal (chapéus, etc.) e Bourrienne, com suas camisas masculinas. Também merecem destaque as gravatas belgas da Comme Les Loups, as lindas bolsas com design clean do britânico Nosakhari, e os sapatos ingleses da Casablanca 1942, desenhados por Gabriela Ligenza, que administra a marca com seu marido, Jean-Jacques Lassabe.

Este último não esconde seu entusiasmo. "Antes, não havia toda essa visibilidade. Agora as pessoas permanecem, rodam pelo salão e voltam. Elas tiram fotos porque o lugar é inspirador. É muito bom para os compradores. Este tipo de decoração é também uma maneira inteligente de posicionar os nossos produtos artesanais, que têm uma imagem um tanto tradicional, em um ambiente contemporâneo. É mais eficaz", diz ele.

"Esses novos projetos nasceram da necessidade de acompanhar o mercado, que está evoluindo cada vez mais rapidamente. Decidimos trabalhar no layout de algumas das seções para que a decoração se tornasse parte integrante da apresentação. O resultado, muito experiencial, foi muito apreciado. É isso que as pessoas estão procurando hoje e continuaremos seguindo nessa direção", explica o diretor-geral do Pitti Uomo, Raffaello Napoleone, ao FashionNetwork.com.


Os produtos são expostos nas estandes, mas também em uma "livraria" central - FashionNetwork.com ph DM


"É também uma maneira de dar ideias de apresentação aos varejistas", diz o presidente do evento, Claudio Marenzi. "O mais surpreendente é que isso teve repercussões nos expositores das outras seções. Antes eles não queriam fazer nenhuma mudança, mas agora eles também nos pedem novos layouts para as instalações! É uma oportunidade e um estímulo para encontrarmos novas ideias", conclui Raffaello Napoleone.

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.