×
957
Fashion Jobs
CAMICADO
Analista de CRM
Efetivo - CLT · São Paulo
GRUPO BOTICARIO
Analista CRM pl - Temporário
Efetivo - CLT · São Paulo
GRUPO BOTICARIO
Coordenador de Projetos E-Comm e Omnichannel
Efetivo - CLT · Curitiba
GRUPO BOTICARIO
Analista CRM sr
Efetivo - CLT · São José dos Pinhais
RENNER
Gerente de Marketing CRM / Loyalty
Efetivo - CLT · Porto Alegre
CAMICADO
Coordenador de Trade Marketing
Efetivo - CLT · São Paulo
GRUPO BOTICARIO
Coordenador de CRM Analítico
Efetivo - CLT · São Paulo
GRUPO BOTICARIO
Analista Gestão de Pessoas sr
Efetivo - CLT · Curitiba
RESERVA
Coordenador Comercial
Efetivo - CLT · RIO DE JANEIRO
RESERVA
Coordenador de Marketing
Efetivo - CLT · RIO DE JANEIRO
PAQUETA CALÇADOS
Supervisor de Varejo (Franquias)
Efetivo - CLT · São Paulo
GRUPO BOTICARIO
Analista Trade Marketing sr (Pilotos Estratégicos)
Efetivo - CLT · Curitiba
RENNER
Supervisor de Vendas | Cacoal Shopping
Efetivo - CLT · Cacoal
RENNER
Comprador
Efetivo - CLT · Porto Alegre
GRUPO BOTICARIO
Analista de Trade Marketing pl. - Informações Gerenciais
Efetivo - CLT · Curitiba
GRUPO BOTICARIO
Analista Produto Pleno - Temporário
Efetivo - CLT · São Paulo
PAQUETA CALÇADOS
Coordenador Comercial
Efetivo - CLT · São Paulo
CHILLI BEANS
Supervisor de Vendas
Efetivo - CLT · Barueri
RENNER
Supervisor de Vendas | Tangará Shopping Center
Efetivo - CLT · Tangará da Serra
INTIMISSIMI
Supervisor de Vendas
Efetivo - CLT · SÃO PAULO
AMARO
HR Business Partner
Efetivo - CLT · São Paulo
RENNER
Analista de CRM
Efetivo - CLT · São Paulo

Pitti Uomo 97 celebra as "Nações Unidas da Moda"

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
today 3 de jan de 2020
Tempo de leitura
access_time 4 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

"Vamos encarnar as "Nações Unidas da Moda", onde todos podem expressar a sua criatividade e a sua identidade. Uma identidade móvel, sempre em movimento." É assim que Agostino Poletto, diretor-geral da Pitti Immagine, resume o espírito da 97.ª edição do Pitti Uomo, que abre as suas portas em Florença na terça-feira, 7 de janeiro, prolongando-se até sexta-feira, 10. A feira de referência para a moda masculina escolheu as bandeiras como tema desta temporada como um sinal de abertura e internacionalidade.


O Pitti Uomo quer reunir o mundo sob a sua bandeira - Pitti Immagine


Em vésperas do evento, o líder do Pitti Uomo, Raffaello Napoleone, mostra-se encantado com a forte participação na feira, que reunirá na Fortezza Da Basso um total de 1203 marcas, contra 1230 em janeiro, 540 das quais provenientes do estrangeiro (45% do total): "Esperamos uma excelente temporada, apesar do mercado italiano, que se mantém estável com uma queda no consumo."
 
Esta sessão dedicada às coleções para o outono-inverno 2020/21 inclui 265 marcas que fazem o seu regresso ao Pitti Uomo, como a Brioni, de volta a Florença após alguns anos, com uma instalação especial de Olivier Saillard por ocasião do seu 75.º aniversário, ou que se irão estrear no evento, como a Sergio Rossi, para relançar a sua linha masculina, ou como a marca japonesa Anrealage, presença habitual nas passarelas parisienses, que apresentará uma nova linha em malha com a Tokyo Knit.

Os organizadores colocam em destaque duas novas iniciativas. A primeira relaciona-se com o guarda-roupa masculino e a sua recente evolução, questionando o espaço do fato nos dias de hoje. Através de um grande desfile intitulado "Otherwise Formal, formal/uma questão de qualidade", que se irá realizar no dia 8 de janeiro no coração da fortaleza em frente ao pavilhão central, as roupas de cerca de trinta participantes da feira sairão dos seus stands para ganharem corpo e revelarem a nova elegância masculina, indo ao encontro do público.
 
"Há no ar um certo desejo de regressar ao formal. Queríamos explorar a questão tentando encontrar a nova equação da moda masculina através dos diferentes estilos, aparentemente opostos, que a compõem, como o desportivo, o casual, o sartorial. É uma tentativa de definir o formal contemporâneo", explica Agostino Poletto. O evento é organizado pela revista de moda e cultura contemporânea Dust Magazine, com sede entre Londres e Berlim.


Nesta edição, o Pitti Uomo questiona-se sobre o futuro do guarda-roupa masculino - Pitti Immagine


O segundo projeto, "Land Flag : from waste to new materials", pretende dar uma nova vida ao Pitti Uomo propondo um programa de conversas não necessariamente orientadas para a moda, com diferentes personalidades, como o explorador navegador Alex Bellini, a diretora do museu lisboeta MAAT Beatrice Leanza, o físico e astrónomo Fabio Peri ou ainda Barbara Mazzolai, diretora do Center for Micro-BioRobotics.

"Damos a palavra a diferentes intervenientes. Isso nunca havia sido feito antes. De facto, o feira está se tornando cada vez mais complexa. Neste projeto, somos apoiados pelo tecelão Reda. Existe uma vontade por parte dos nossos expositores em investir durante o evento", constata Raffaello Napoleone. Estas discussões ocorrerão no espaço Lyceum, num cenário que, por sua vez, convida à reflexão. Desenvolvido pelo arquiteto Andrea Caputo a partir de resíduos plásticos visíveis e reciclados, o local colocará em destaque o design ecológico e a sua possível utilização em lojas.

Paralelamente a estas novidades, o Pitti Uomo 97 promete um programa quase tão intenso como o de verão. Começando com a Chevignon, que desfilará na abertura, na terça-feira, 7 de janeiro, na Stazione Leopolda, para comemorar o seu 40.º aniversário. A Woolrich comemorará, por seu lado, o seu 190.º aniversário com uma instalação especial.
 
A Jil Sander, convidada especial do Pitti nesta temporada, será o destaque no dia 8 de janeiro com um espetáculo no claustro de Santa Maria Novella, assim como a K-Way, que organizará à noite o primeiro desfile da sua história na Câmara de Comércio de Florença. A não perder ainda a Sergio Tacchini, que apresentará uma retrospetiva da marca e a primeira coleção do seu novo diretor artístico, Dao-Yi Chow, cofundador da Public School.


A feira vai acolher a retrospetiva da Sergio Tacchini - Pitti Immagine

 
Outros convidados especiais, esperados na quinta-feira 9 de janeiro, são o designer afro-americano Clemens Telfar com a nova coleção da sua marca anti-moda Telfar e o estilista italiano Stefano Pilati, que revelará a sua primeira marca, Random Identities, lançada no ano passado. Os dois irão fechar o dia em grande estilo com uma grande festa conjunta. De sublinhar que a finalista finlandesa do Festival de Hyères, Maria Korkeila, assinará no Pitti a primeira coleção de vestuário da marca de jardinagem Fiskars, e também será possível descobrir as criações do vencedor do concurso ITS 2019 de Trieste, Daoyuan Ding.
 
Nesta edição não haverá nenhuma nação como convidada especial. Não foi possível concretizar o projeto. A feira repete-se pela primeira vez com o seu espaço dedicado à moda nórdica Scandinavian Manifesto, sempre em colaboração com a feira Copenhagen Revolver, reunindo 17 marcas jovens. Da mesma forma, o Japão estará em destaque com os finalistas do Tokyo Fashion Award, assim como a China através da The China Energy e a sua seleção de seis designers emergentes.

Copyright © 2020 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.