×
Por
AFP
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
25 de mar. de 2019
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Pinterest se prepara para IPO

Por
AFP
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
25 de mar. de 2019

O aplicativo de compartilhamento de fotos, Pinterest, que conta com 250 milhões de usuários, apresentou na sexta-feira (22) um pedido para entrar na Bolsa de Valores de Nova York, de acordo com documentos arquivados junto às autoridades de valores mobiliários. A empresa ainda não forneceu detalhes sobre o número de ações que planeja colocar em circulação ou o preço, mas indicou que será listada na Bolsa de Valores de Nova York sob o símbolo "Pins". Ela emitirá dois tipos de ações, classe A com um só voto e classe B com 20 votos.


Ben Silbermann, co-fundador e CEO do Pinterest, o aplicativo de fotos que apresentou pedido para IPO na sexta-feira (22). - Roger Kisby / GETTY IMAGES NORTH AMERICA/AFP/Archives


Nos documentos apresentados, o Pinterest indica que gerou receita de 755,9 milhões de dólares em seu ano fiscal de 2018, encerrado em dezembro, o que representa um pouco menos que o dobro do gerado em 2017, e que registrou prejuízo líquido de quase 68 milhões de dólares, metade do registrado no ano anterior.

Pinterest, uma empresa unicórnio (nome dado às empresas não cotadas em bolsa avaliadas em um bilhão de dólares), está se esforçando para monetizar seu conteúdo, ou seja, ganhar dinheiro com seu tráfego. Ela se apoia em duas alavancas: comércio online e publicidade. Em fevereiro de 2017, por exemplo, a empresa lançou uma ferramenta que permite que você clique individualmente em alguns dos objetos, móveis, roupas ou acessórios que aparecem em uma foto publicada no aplicativo. O usuário obtém então recomendações para itens semelhantes que podem ser comprados diretamente no Pinterest ou na loja de uma marca.

O aplicativo permite fixar ("to pin" em Inglês) as imagens que interessam em painéis virtuais que podem ser divididos por temas (receitas de culinária, moda, decoração, viagens …). O Pinterest, uma combinação de rede social e mecanismo de busca, é usado por muitas marcas para publicar imagens de seus produtos, na tentativa de atrair clientes. Desde 2015, é possível adicionar o botão "comprar" no aplicativo.

Copyright © AFP. Todos os direitos reservados. A Reedição ou a retransmissão dos conteúdos desta página está expressamente proibida sem a aprovação escrita da AFP.