×
140
Fashion Jobs
Por
Terra
Publicado em
16 de fev de 2011
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Peso e leveza marcam coleções em New York

Por
Terra
Publicado em
16 de fev de 2011

A temporada inverno 2011 será marcada pelo contraponto entre peças fluidas e outras mais pesadas. O sexto dia de desfiles da Mercedes-Benz Fashion Week, a Semana de Moda de Nova York, trouxe coleções despojadas e relaxadas, mas luxuosas, que combinam tecidos leves com peles e couro.


Desfile de Vera Wang na Semana de Moda de New York. Foto: Pixel Formula.


Que o diga a coleção da estilista Vera Wang, que destaca primoroso trabalho de pregas em vestidos curtos ou longos e transparentes, com modelagem inspirada em roupas esportivas, como vestidos de alça ou malhas. O resultado é uma elegância desarrumada. Alguns modelos inclusive parecem ceder ao peso da roupa, forçando ainda mais o decote pronunciado. O peso fica por conta dos casacos, a maioria curtos, com detalhes de peles. As cores são cinza, nude, bege, preto e vermelho.

Hervé Léger cobriu seus vestidos bandage de detalhes de metal entrelaçados criando armaduras mais sexy, algumas com ar Barbarella. Recortes e alças assimétricas se destacam nos looks pretos, branco, prata ou dourado. O couro vem forte em casacos e jaquetas curtinhas, mas também aparece nos vestidos, com formas. Nesses casos, em vez de marcar o corpo como ele é, cria uma nova silhueta.

Os estilistas Mark Badgley e James Mischka inspiraram-se em divas do cinema para criar a coleção. Apesar de mesclar referências esportivas com glamour, a apresentação da Badgley Mischka foi marcante, com muitos vestidos brocados com laços de veludo na cintura, combinados a luvas de couro longas e alguns traziam capas, com certo ar vintage. Mesmo muito sofisticados, os looks permitem movimentos e deixam as mulheres confortáveis, como se ser diva fosse natural e nada forçado.

A marca Trias também realizou desfile nesta terça-feira e mostrou coleção cheia de drapeados e pregas com resultados arquitetônicos. A silhueta é mais alongada e despojada também. Já a Tibi buscou inspiração no balé e os looks misturam referências a roupas de apresentação e malhas usadas por bailarinos para ensaiar. As meias também vem grossas e os sapatos ganham ar retrô.

Até o estilista da sensualidade Narciso Rodriguez se rendeu ao luxo despojado e aposta em looks mais relaxados. A inspiração para a temporada veio do trabalho da pintora alemã Iris Schomaker, cujas pinturas da silhueta feminina são simples, quase gráficos. Assim é a coleção, que mistura tecidos leves e outros mais pesados também.


Michelle Achkar

Copyright © 2021 Terra. Todos os direitos reservados.