×
Por
UseFashion
Publicado em
22 de set. de 2015
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Passarela londrina vira palco para um protesto de Vivienne Westwood

Por
UseFashion
Publicado em
22 de set. de 2015

Começou na última sexta-feira, dia 18, a Semana de Moda de Londres, dando sequência à maratona de desfiles femininos de verão 2016/17, que se encerra em Paris, no dia 7 de outubro.

Vivienne Westood Red Label - primavera-verão 2016/17 - Womenswear - Londres - © PixelFormula


Entre as apresentações que movimentaram o fim de semana está a de Vivienne Westwood, que transformou sua passarela em palco para um protesto ambientalista, causa à qual ela tem se dedicado nos últimos anos.

No início deste mês, Westwood virou notícia ao dirigir um tanque de guerra na frente da casa de David Cameron, Primeiro-Ministro do Reino Unido, para protestar contra o Fraturamento hidráulico, método controverso de extração de petróleo e gás que pode causar danos sérios ao meio-ambiente.

Como já poderíamos esperar, seu desfile foi uma continuação do protesto, com modelos e ativistas misturados na passarela carregando cartazes e faixas com palavras de ordem antes e depois da apresentação.

Vivienne Westood Red Label - primavera-verão 2016/17 - Womenswear - Londres - © PixelFormula


Com tanto burburinho gerado pelo protesto, o desfile ficou quase em segundo plano.

Na passarela, Westwood exibiu hits clássicos sempre presentes nas suas coleções, como as estampas com mensagens, os blazers amplos e os imbatíveis vestidos com modelagem ajustada e estruturada.

As modelos desfilaram com manchas de tinta preta no rosto, simbolizando o petróleo, tema central da ocasião. 

Copyright © 2021 UseFashion. Todos os direitos reservados.