×
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
8 de jul. de 2022
Tempo de leitura
5 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Paris Haute Couture: uma temporada ligada por joias do princípio ao fim

Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
8 de jul. de 2022

Talvez devessem chamar a alta costura de Paris, o encanto da alta gama de Paris.
 
Foram quase 30 desfiles oficiais de alta costura na agenda da Fédération de la Haute Couture et de la Mode (FHCM) esta semana, mas quase o mesmo número de lançamentos de joias, apresentações, jantares e exposições em Paris nesta primeira semana de julho. Ironicamente, nada testemunha quão grande, e florescente, se tornou uma joia de negócios como a alta costura parisiense, que se dedica à moda. 
 
Grandes marcas como a Boucheron e Louis Vuitton fizeram apresentações e a cidade teve uma infinidade de pequenas exposições de joias. Com efeito, a temporada começou e terminou com grandes declarações de joias da Chanel e Fendi, respectivamente.

Chanel


 
Três dias antes do primeiro desfile de alta costura, a Chanel revelou uma exposição pop-up de cinco dias no seio do Grand Palais Éphémère, concebida para celebrar o centenário da única coleção de joias criada por Coco Chanel em 1922. Coco até cobrou uma entrada de 20 euros para visitar a sua Bijoux de Diamants. Esta pop-up foi apenas um convite.


AChanel revelou uma pop-upde cinco dias no Grand Palais Éphémère, para celebrar o centenário da única coleção de joias criada por Coco Chanel em 1922 - Chanel


Durante o fim-de-semana, a Chanel convidou clientes privados para assistirem ao desfile, fazendo eco do sonho de Mademoiselle Chanel de "cobrir as mulheres numa constelação de estrelas".
 
Assim, uma série de instalações com cometas de safira e opala; anéis de diamantes solares em lua e alfinetes bizantinos. Encenado ao lado de telas, cadeiras e candelabros do próprio apartamento privado de Coco.

Apresentando bem mais de 100 milhões de euros em joias, um jantar na noite de sexta-feira (1 de julho) no espaço teve lugar, compreensivelmente, sob alta segurança. Isso não impediu a embaixadora da Chanel, Marion Cotillard, de dar um salto, saltar e saltar sobre um dos cenários de exposição estranhamente escuros.
 
Com uma banda de Jazz entoando uma serenata a convidados, editores e VIPs, jantaramdentro do espaço. Embora talvez seja por isso que, a marca de moda de luxo mais rica do planeta, não consegue servir um pregado quente a 100 convidados, o que continuará a ser algo misterioso.
 

Delfina Delettrez



Para uma sensação mais fresca da joalheria moderna, os iniciados reuniram-se na segunda-feira (4), na Place de Furstenberg, onde a designer de joias Delfina Delettrez Fendi apresentou uma nova criação espirituosa. Um único cone de gelado de prata maciça com mini diamantes. 


Delfina Delettrez Fendi apresentou um único cone de gelado em prata maciça com mini diamantes - Delfina Delettrez


"É uma recordação de alguns dos momentos mais felizes da minha juventude", sorriu a italiana Delettrez, nascida em Roma, que serviu gelados verdadeiros aos seus convidados.
 
Três andares acima da bela praça, um guitarrista de rock tocou – empoleirado no parapeito da janela do apartamento privado de Delfina, em Paris, tocou algumas grandes baladas. Um momento cool, para uma marca cool com uma clientela cool.
 

Mené



Ao virar da esquina, Diana Picasso, neta e herdeira do grande pintor espanhol, apresentou o seu novo conceito de joalheria – Mené. Uma marca inteiramente online, onde os clientes são cobrados pelo preço exato da matéria-prima de qualquer objeto de ouro ou prata que compram, mais 20% a 30% para o design.


Mené, uma marca inteiramenteonline, que cobra o preço exato da matéria-prima de qualquer objeto de ouro ou prata, mais 20% a 30% pelodesign - Mené


Ao digitalizar o website da Mené, o preço varia literalmente à medida que o preço do ouro sobe e desce nos mercados do ouro.
 
Em apenas três anos, a Mené construiu um fiel seguidor, vendendo anualmente 30.000 peças para um volume de negócios de 30 milhões de dólares (29,59 milhões de euros).
 
"Queremos que os clientes apreciem joias finas, e a um preço justo", sorriu Diana Picasso.
 
Nada disto importaria se os desenhos não fossem bons. Felizmente, a Mené oferece algumas grandes cadeias de elos; mini figuras tipo Giacometti em pingentes; anéis elegantes em forma de corda e até um jogo de xadrez, em ouro ou prata.
 

Samuel François 



Um joalheiro indie que só se pode admirar é Samuel François, um notável designer com a revista hipster Numéro, e cavalheiro sobre a cidade que revelou as suas últimas ideias surrealistas dentro de uma galeria no Marais.


Samuel François, uma marca em movimento que se inspirou em diferentes mundos - Samuel François


A sua ideia principal, um olho cativante, é vista em anéis esmaltados, pingentes de corrente de ouro e alfinetes.
 
Apresentado numa série de cabeças africanas coloridas do antigo mercado ou em intrigantes bustos de deusa gregos manchados de cera, feitos na cozinha de François nada menos do que isso.
 
Para mulheres autoconfiantes, pulseiras grandes encimadas por flores metálicas ou brincos longos completados com contas de vidro turquesa. Além disso, pingentes com a forma da boca de Dali, anéis de chita com esmalte lilás e alfinetes ousados em forma de folha de bronze fizeram muito sucesso.
 
Na temporada passada, François esgotou uma pop-up virtual na Moda Operandi. Uma marca em movimento.

Hermès



A cultuada maison tomou uma rota inovadora: um miniconcerto realizado no teatro La Gâité Lyrique, no 3.º Arrondissement, para apresentar a sua nova coleção de joias de alta gama.


AHermès, conhecida pelo seu luxo subestimado, fez uma estreia impressionantemente arriscada e aventureira - Hermès

 
Chamado "Les Jeux de l'Ombre" ou "Jogos de Sombra", foi criado pelo veterano designer de sapatos e joias Pierre Hardy da Hermès.
 
Para uma marca conhecida pelo seu luxo subestimado, foi uma estreia impressionantemente arriscada e aventureira, utilizando frequentemente contornos suaves para sombreamento. Combinando elementos Art Déco e neobarrocos em anéis com pavé de diamante terminados por um grande diamante offset, e mesmo colares do tamanho do peito, com titânio, espinelas pretas e safiras deslumbrantes.
 
Apresentado em vitrines, mas primeiro por uma partitura de artistas afro cantando frases como “We disappear in the sun, we disappeared in the light” (Desaparecemos ao sol, desaparecemos na luz).
 
Um pouco inestético talvez, mas pelo menos os resultados foram bons.

Fendi


 
No seu grande show final, a Fendi apresentou a última grande coleção de joias, colares de estrelas, brincos e anéis de cocktail. O tema girava em torno da ideia de um colar Flavus da Fendi que compreende mais de mil diamantes, a partir da palavra latina para loira.


A Fendi apresentou a derradeira ideia neorrenascentista de perfeição - Fendi


Criação de um conjunto de joias, cascatas, conjuntos de pedras geométricas, feitas para serem usadas juntamente. Um acompanhamento ideal para as roupas de vicunha cor caramelo e conjuntos de pele de veado da coleção do couturier Kim Jones.
 
Falando de harmonia em todas as coisas, esta foi a derradeira ideia neorrenascentista de perfeição.
 

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.