×
Por
Reuters
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
2 de nov. de 2021
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Pandora: vendas decepcionantes nas lojas prejudicam atualização das perspectivas

Por
Reuters
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
2 de nov. de 2021

As ações da Pandora, a maior fabricante de joalheria do mundo em capacidade de produção, caíram acentuadamente na segunda-feira (1), com os investidores preocupados com o fraco desempenho das lojas no terceiro trimestre.


Fotografia: Pandora


A empresa dinamarquesa elevou as suas previsões para o ano inteiro, citando fortes vendas nos Estados Unidos. Mas, o preço das ações caiu 4,8% no início das negociações, uma vez que a empresa disse também que as vendas nas lojas Pandora cresceram apenas 5% no terceiro trimestre, enquanto os analistas esperavam um crescimento de 14%.
 
As ações da Pandora haviam subido 40% este ano, uma vez que, desde a reabertura das lojas após os fechamentos, as vendas da empresa registraram níveis superiores aos anteriores à pandemia.

“O crescimento das vendas no terceiro trimestre foi decepcionante”, disse Per Fogh, analista do Sydbank.
 
Ainda assim, a empresa disse ter continuado a registrar fortes vendas nos Estados Unidos, o seu maior mercado, no terceiro trimestre, à medida que os estímulos governamentais massivos e as vacinas contra a Covid-19 impulsionaram os gastos com bens e serviços.
 
Para 2021, a Pandora espera agora um crescimento orgânico das vendas de 18-20%, acima de uma previsão anterior de 16-18%, e uma margem de lucro antes de juros e impostos (EBIT) de 24-24,5%, acima de uma previsão anterior de 23-24%. No entanto, esta ficou abaixo da previsão média de 24,6% dos analistas compilada no mês passado.
 
“A Covid-19 e o nível excepcionalmente elevado de crescimento nos Estados Unidos continuam a gerar maior incerteza em torno da orientação”, acrescentou a empresa.

Conhecida pelas suas pulseiras de prata, a Pandora indicou que no terceiro trimestre as vendas chegaram a 4,73 bilhões de coroas dinamarquesas (734,92 milhões de dólares/634,76 milhões de euros), superando os 4,67 bilhões esperados pelos analistas em uma pesquisa compilada pela empresa.
 
A empresa reportou um EBIT trimestral de 957 milhões de coroas, acima dos 917 milhões esperados pelos analistas, e margem de EBIT de 20,2%. “O crescimento da receita e a margem de EBIT aumentaram graças ao forte desempenho dos Estados Unidos e à uma melhoria sequencial na Europa à medida que as restrições relacionadas com a Covid-19 foram atenuadas”, indicou a Pandora.
 

© Thomson Reuters 2022 Todos os direitos reservados.